Política

Bolsonaro é rejeitado nos dois principais pleitos eleitorais do Brasil, diz pesquisa

Crédito: Isac Nóbrega/PR

Bolsonaro vai ter que apontar sua campanha onde é mais fraco neste momento, sobretudo no nordeste (Crédito: Isac Nóbrega/PR)

O presidente Jair Bolsonaro terá um imenso problema na sua campanha de reeleição do ano que vem para contornar a rejeição nos dois principais pleitos eleitorais do País: as regiões Nordeste e Sudeste.

De acordo com a pesquisa Exame/IDEIA, 66% dos nordestinos reprovam o presidente e seu governo, enquanto 54% dos moradores do Sudeste desaprovam o estilo de gestão do político. Em janeiro, o mesmo grupo de nordestinos representava uma parcela de 40% e os do Sudeste eram 35%.



+ O governo se acostumou a fazer populismo fiscal

O cenário é ainda mais preocupante se o governante levar em conta que o Nordeste é o principal reduto eleitoral do ex-presidente Lula (PT). O petista, por outro lado, se movimenta para construir um arco de alianças amplo e que alcance outras regiões, como o próprio Sudeste. Nos bastidores, comenta-se um flerte entre as campanhas de Lula e do ex-governador de São Paulo, Geraldo Alckmin (PSDB).

Além de acenar para o mercado, ter Alckmin como vice abraça a região onde o tucano governou por quase duas décadas.

+ Especialista revela o segredo dos bilionários da bolsa. Inscreva-se agora e aprenda!


Ao todo, o levantamento mostrou que 55% dos brasileiros desaprovam Bolsonaro. A pesquisa ouviu, por telefone, 1.277 pessoas entre os dias 18 e 22 de novembro. A margem de erro é três pontos percentuais para mais ou para menos.