Geral

Bolsonaro diz que Netanyahu ofereceu ajuda para buscas de desaparecidos em MG

O presidente Jair Bolsonaro confirmou neste sábado, 26, em sua conta no Twitter, que o primeiro ministro de Israel Benjamin Netanyahu ofereceu ajuda por telefone para a busca de desaparecidos no rompimento de uma barragem da Vale em Brumadinho, em Minas Gerais. “Aceitamos e agradecemos mais essa tecnologia israelense a serviço da humanidade”, afirmou o presidente.

O auxílio de Netanyahu, primeiro-ministro de Israel e aliado do governo Bolsonaro, já havia sido citado em coletiva de imprensa do governador de Minas Gerais, Romeu Zema, no aeroporto de Confins, após reunião com Bolsonaro. “É muito difícil localizar um corpo a 5, 10 metros de profundidade. Israel se ofereceu para poder fazer isso”, disse Zema.

Após retornar a Brasília, vindo do aeroporto de Confins, em Minas Gerais, o presidente da República, Jair Bolsonaro, afirmou à imprensa que “infelizmente, pode aumentar muito o número de mortos (em Brumadinho).”

Bolsonaro saiu de Brasília por volta das 8h de hoje para sobrevoar a região afetada pelo rompimento da barragem da Vale em Brumadinho. Após o voo, se reuniu com Zema e o ministro do Meio Ambiente, Ricardo Salles, retornando a Brasília por volta das 14h.

Veja também

+ T-Cross ganha nova versão PCD; veja preço e fotos

+Conheça os 42 anos de história da picape Mitsubishi L200

+ Remédio barato acelera recuperação de pacientes com covid-19

+As 10 picapes diesel mais econômicas do Brasil

+ Avaliação: Chevrolet S10 2021 evoluiu mais do que parece

+ Grosseria de jurados do MasterChef Brasil é alvo de críticas

+ Cozinheira desiste do Top Chef no 3º episódio e choca jurados

+ Governo estuda estender socorro até o fim de 2020

+ Pragas, pestes, epidemias e pandemias na arte contemporânea

+ Tubarão-martelo morde foil de Michel Bourez no Tahiti. VÍDEO

+ Arrotar muito pode ser algum problema de saúde?