Política

Bolsonaro diz que encontro com Fux tratou de ‘coisas que interessam ao Brasil’

Crédito: Marcelo Camargo/Agência Brasil

Bolsonaro encontrou-se com Luiz Fux, presidente do STF, na noite desta terça (Crédito: Marcelo Camargo/Agência Brasil )

O presidente Jair Bolsonaro disse nesta terça-feira, 13, que não revela o teor de sua conversa com o presidente do Supremo Tribunal Federal, Luiz Fux, porque a imprensa “distorce” suas palavras. Ao retornar para o Palácio da Alvorada, Bolsonaro parou para falar com apoiadores e, ao ser questionado sobre o encontro, disse apenas que são “coisas que interessam ao Brasil”, recusando-se a falar sobre os temas da reunião.

“Foi quase uma hora de conversa. Conversamos como dois chefes de Poderes e o que foi tratado fica entre nós. Se eu tivesse, com todo o respeito, uma imprensa que publicasse a verdade, eu falaria com o maior prazer. Mas, como distorce tudo, não dá para conversar”, disse ele. “São coisas que interessam ao Brasil como um todo. Mas, infelizmente, eu falo uma palavra aqui, os caras já fazem o mundo desabar na sua cabeça.”

+Bolsonaro prorroga mais uma vez corte de jornada e salário 
+Ciro Gomes testa positivo para covid-19, se isola e passa bem

Na reunião, Fux destacou que sua gestão vai atuar no combate à corrupção, ao crime organizado e à lavagem de dinheiro. O recado foi dado seis dias depois de Bolsonaro ter afirmado em evento, no Palácio do Planalto, que a Operação Lava Jato acabou, pois, segundo ele, no seu governo não há corrupção. Fux sempre foi considerado um aliado da Lava Jato na Corte.

Veja também

+ Carreira da Década - Veja como ingressar na carreira que faltam profissionais, mas sobram vagas
+ Truque para espremer limões vira mania nas redes sociais
+ Mulher finge ser agente do FBI para conseguir comida grátis e vai presa
+ Zona Azul digital em SP muda dia 16; veja como fica
+ Estudo revela o método mais saudável para cozinhar arroz
+ Arrotar muito pode ser algum problema de saúde?
+ Tubarão é capturado no MA com restos de jovens desaparecidos no estômago
+ Cinema, sexo e a cidade
+ Descoberta oficina de cobre de 6.500 anos no deserto em Israel