Economia

Bolsonaro dispara contra equipe econômica e acaba com Renda Brasil

Crédito: Antonio Cruz/Agência Brasil

Jair Bolsonaro: quem sugeriu congelar aposentadorias não conhece os aposentados do Brasil (Crédito: Antonio Cruz/Agência Brasil)



Em vídeo postado nas redes sociais na manhã desta terça-feira (15), o presidente Jair Bolsonaro disse que a ideia de criar o Renda Brasil – programa que substituiria o Bolsa Família – está encerrada. Ele comentou que quem sugerir congelar aposentadorias como forma de ampliar o benefício do Bolsa Família levará “cartão vermelho.

“Até 2022, no meu governo, está proibido falar a palavra Renda Brasil. Vamos continuar com o Bolsa Família e ponto final”, disparou o presidente.

+ IBGE: covid-19 afeta 38,6% das empresas na 1ª quinzena de agosto
+ Bolsonaro repete que não haverá tabelamento para combater aumento de preços

Ele se mostrou surpreso com a notícia de que a equipe do ministro Paulo Guedes estudava a possibilidade de congelar aposentadorias para conseguir abrir espaço no orçamento de 2021 e criar o Renda Brasil.




Com os congelamentos, a equipe conseguiria ampliar o valor do Bolsa Família e incluir mais pessoas no futuro programa assistencialista do governo federal.

“Eu já disse, há poucas semanas, que eu jamais vou tirar dinheiro dos pobres para dar para os paupérrimos. Quem porventura vier propor para mim uma medida como essa, eu só posso dar um cartão vermelho. É gente que não tem o mínimo de coração, o mínimo de entendimento de como vivem os aposentados do Brasil”, completou Bolsonaro.

O ministro Paulo Guedes foi convocado ao Palácio do Planalto para dar explicações ao presidente sobre o assunto.