Economia

Bolsonaro critica fechar rodovias e aeroportos: “economia não pode parar”, diz

Em videoconferência com empresários do setor produtivo, o presidente Jair Bolsonaro voltou a criticar a decisão de alguns governadores de fechar rodovias e aeroportos para conter a disseminação do novo coronavírus no País. Ele afirmou que não é o momento para criar pânico e que “a economia não pode parar”.

O presidente ressaltou a necessidade da manutenção da produção de produtos, como remédios, da logística de transporte das cargas e da indústria alimentícia.

Segundo o presidente, o governo recebeu cerca de 35 propostas do setor produtivo nos últimos dias e que algumas foram acatadas com apoio do Congresso Nacional. Segundo ele, os parlamentares abriram mão de R$ 8 bilhões em emendas parlamentares e de bancada para custear medidas para enfrentar a epidemia de coronavírus.



Veja também
+ Até 2019, havia mais gente nas prisões do que na bolsa de valores do Brasil
+ Gel de babosa na bebida: veja os benefícios
+ Truque para espremer limões vira mania nas redes sociais
+ Chef playmate cria receita afrodisíaca para o Dia do Orgasmo
+ Mercedes-Benz Sprinter ganha versão motorhome
+ Anorexia, um transtorno alimentar que pode levar à morte
+ Agência dos EUA alerta: nunca lave carne de frango crua
+ Yasmin Brunet quebra o silêncio
+ Tubarão é capturado no MA com restos de jovens desaparecidos no estômago
+ Veja quanto custa comer nos restaurantes dos jurados do MasterChef
+ Leilão de carros e motos tem desde Kombi a Nissan Frontier 0km