Política

Bolsonaro chama manifestantes de ‘marginais terroristas’

O presidente Jair Bolsonaro afirmou nesta sexta-feira, 5, que os manifestantes que foram às ruas de capitais do País desde o último fim de semana sob o mote “pró-democracia” e contra o seu governo são “marginais terroristas” que querem “quebrar o Brasil”.

“Tiveram uma ação em São Paulo, depois terroristas voltaram em Curitiba e estão nos ameaçando agora”, disse o presidente, ao discursar na inauguração de um hospital de campanha em Águas Lindas de Goiás voltado ao enfrentamento à pandemia do novo coronavírus.

Ele se referia a protestos previstos para ocorrer em Brasília neste fim de semana.

Além disso, o presidente voltou a pedir aos seus apoiadores que têm se manifestado semanalmente em Brasília “que não compareçam às ruas nesses dias”. “(O pedido é) para que as forças de segurança estaduais e também federais façam o seu devido trabalho se porventura esses marginais extrapolarem os limites da lei.”



Voltando-se para o governador de Goiás, Ronaldo Caiado (DEM), que compareceu à cerimônia, Bolsonaro comentou que o serviço de inteligência do governo federal não prevê movimentos no Estado, mas acrescentou: “Se vierem aqui, você vai tratar com a dureza da lei que eles merecem.”

Veja também

+ 5 benefícios do jejum intermitente além de emagrecer
+ Jovem morre após queda de 50 metros durante prática de Slackline Highline
+ Conheça o phloeodes diabolicus "o besouro indestrutível"
+ Truque para espremer limões vira mania nas redes sociais
+ Mulher finge ser agente do FBI para conseguir comida grátis e vai presa
+ Zona Azul digital em SP muda dia 16; veja como fica
+ Estudo revela o método mais saudável para cozinhar arroz
+ Arrotar muito pode ser algum problema de saúde?
+ Tubarão é capturado no MA com restos de jovens desaparecidos no estômago
+ Cinema, sexo e a cidade
+ Descoberta oficina de cobre de 6.500 anos no deserto em Israel