Economia

Bolsonaro: acordo do Mercosul pode ser revisto, dependendo da postura argentina

Em breve participação em evento do setor siderúrgico em Brasília, o presidente da República, Jair Bolsonaro, disse que há, neste momento, preocupação em torno da situação da Argentina, depois da prévia das eleições presidenciais do país vizinho indicar derrota de Mauricio Macri. Segundo ele, dependendo de como for a postura da Argentina com a eleição de Alberto Fernández, o acordo do Mercosul poderá ser revisto e que o Brasil pode seguir o “caminho do bilateralismo”.

Bolsonaro disse que neste momento o resultado na corrida presidencial na Argentina ainda pode ser revertido. Ele pediu, até mesmo, colaboração da plateia nesse sentido, formada por executivos do setor do aço.

Na semana passada, o ministro da Economia, Paulo Guedes, disse que, se o candidato da ex-presidente Cristina Kirchner vencer as eleições na Argentina e quiser fechar o Mercosul, atrapalhando o acordo com a União Europeia, o Brasil sairá do bloco.

Veja também

+ Caixa libera FGTS emergencial para nascidos em julho nesta segunda-feira (10)

+ Avaliação: Chevrolet S10 2021 evoluiu mais do que parece

+ Pragas, pestes, epidemias e pandemias na arte contemporânea

+ Grosseria de jurados do MasterChef Brasil é alvo de críticas

+ Carol Nakamura anuncia terceira prótese: ‘Senti falta de seios maiores’

+ Ex-Ken humano, Jéssica Alves exibe visual e web critica: ‘Tá deformada’

+ Cozinheira desiste do Top Chef no 3º episódio e choca jurados

+ Governo estuda estender socorro até o fim de 2020

+ Tubarão-martelo morde foil de Michel Bourez no Tahiti. VÍDEO

+ Arrotar muito pode ser algum problema de saúde?