Finanças

Bolsas em NY seguem positivas após melhor semana em 80 anos

Crédito: Divulgação

Índices norte-americanos estão em alta mesmo com os avanços do coronavírus (Crédito: Divulgação)


Após registrar a melhor semana dos últimos 80 anos, enfrentando uma crise pandêmica que interrompeu a economia no mundo todo, o Índice Dow Jones segue ritmo de ganhos e registra alta de 2,54%, ou 549 pontos na tarde desta segunda-feira (30).

Às 16h01, a Nasdaq subia 3,01%, ou 225,88 pontos, e o S&P registrava alta de 2,78%, ou 70,72 pontos.

+ Ouro fecha em queda por menor aversão ao risco, com esperança por vacina
+ Maioria das Bolsas da Europa fecha em alta

Os bons números acontecem após um leve susto nos mercados norte-americanos na sexta-feira (27), muito em parte pelo avanço do coronavírus no País e pelo crescente número de desempregados na esteira das interrupções promovidas pela quarentena.

Os EUA lideram os números de infectados no mundo todo, com mais de 153 mil casos e 2,8 mil mortos. O número mais recente de pedidos de acesso ao seguro-desemprego ultrapassou a casa dos 3 milhões.

Ainda assim, o Índice Dow Jones disparou 12,8% na semana passada, melhor crescimento registrado desde 1938, enquanto o S&P terminou a sexta-feira registrando 10,3% de alta na semana, o melhor desde março de 2009.

Vale lembrar que o mercado de petróleo, um dos mais importantes nos EUA, acumula quedas desde o mês passado, quando a Arábia Saudita entrou em uma disputa tarifária com a Rússia. Nesta tarde, a commoditie era negociada a US$ 20,02 por barril, um dos valores mais baixos desde 2002.

No ano, o Dow Jones acumula perdas de 22,19%, seguido pelo S&P, com queda de 19,32% e a Nasdaq com 19,32% de desvalorização.