Finanças

Bolsas de NY fecham em leve alta, após inflação e à espera de Fed

As bolsas de Nova York fecharam perto da estabilidade nesta sexta-feira, com o mercado ainda repercutindo a publicação da quinta-feira do índice de preços ao consumidor (CPI, na sigla em inglês) acima do esperado em maio nos Estados Unidos. Na próxima semana, a decisão de política monetária do Federal Reserve (Fed, o banco central norte-americano) e as posturas indicadas pelo banco central serão observadas atentamente. Impulsionados ao final do pregão, o S&P 500 renovou seu recorde de fechamento e o Nasdaq encerrou com sua máxima do dia.

O índice Dow Jones avançou 0,04%, aos 34.479,60 pontos, enquanto o S&P 500 teve alta de 0,19%, aos 4.247,44 pontos, renovando o recorde histórico de fechamento pelo segundo pregão consecutivo, e o Nasdaq subiu 0,35%, aos 14.069,42 pontos. Na comparação semanal, houve recuo de 0,80%, avanços de 0,41% e de 1,85%, respectivamente.

Seguindo o dado de inflação publicado na quinta-feira no país, há avaliação de que o índice está aumentando devido aos problemas da cadeia de suprimentos e aos gastos reprimidos do consumidor, “que devem começar a diminuir no final do verão”, aponta Edward Moya, da Oanda. “As próximas sessões de negociação provavelmente verão um posicionamento modesto à frente do comitê de política monetária do Fed, com os investidores fixando-se sobre como as discussões sobre a redução começarão”, projeta Moya.

Neste cenário, os papéis de farmacêuticas registraram alguns dos principais movimentos nas bolsas. As ações da Vertex Pharmaceuticals tiveram uma das maiores quedas da sessão, 10,96%, depois que a empresa interrompeu o desenvolvimento de um medicamento que trataria uma doença genética. Após a notícia, uma série de bancos reduziu o seu preço de recomendação de compra para as ações da empresa.



Já os papéis da Biogen recuaram 4,36%, depois de dispararem na semana seguindo recomendação positiva da agência reguladora dos EUA (FDA) sobre seu medicamento contra Alzheimer. No entanto, membros do painel responsável pelo aval vem abandonando o cargo, no que é visto como indicativo de controvérsia sobre a decisão.

Entre as ações alvos de especuladores de varejo em 2021, a AMC teve forte alta, 15,39%, sendo uma elevação no crédito da empresa um dos motivos apontados. Depois de um forte recuo na quinta, a GameStop recuperou parte das perdas, e teve alta de 5,88%.

Veja também
+ Até 2019, havia mais gente nas prisões do que na bolsa de valores do Brasil
+ Gel de babosa na bebida: veja os benefícios
+ Truque para espremer limões vira mania nas redes sociais
+ Chef playmate cria receita afrodisíaca para o Dia do Orgasmo
+ Mercedes-Benz Sprinter ganha versão motorhome
+ Anorexia, um transtorno alimentar que pode levar à morte
+ Agência dos EUA alerta: nunca lave carne de frango crua
+ Yasmin Brunet quebra o silêncio
+ Tubarão é capturado no MA com restos de jovens desaparecidos no estômago
+ Veja quanto custa comer nos restaurantes dos jurados do MasterChef
+ Leilão de carros e motos tem desde Kombi a Nissan Frontier 0km