Finanças

Bolsas de NY caem após pregão volátil em meio a negociações por estímulos

As bolsas de Nova York fecharam com perdas moderadas, após um pregão volátil em que investidores monitoraram as negociações por uma nova rodada de estímulos fiscais nos Estados Unidos. Governo e oposição demonstraram otimismo de que uma legislação possa ser aprovada, embora ainda haja resistência dentro da própria bancada republicana.

O índice Dow Jones cedeu 0,35%, a 28.210,82 pontos, o S&P 500 caiu 0,22%, a 3.435,56 pontos, e o Nasdaq recuou 0,28%, a 11.484,69 pontos.

A presidente da Câmara dos Representantes americana, Nancy Pelosi, teve mais uma reunião nesta quarta-feira com o secretário do Tesouro, Steven Mnuchin. Antes do encontro, a deputada havia afirmado que estava otimista de que um acordo pode sair.

Em entrevista à Fox News, o chefe de Gabinete da Casa Branca, Mark Meadows, revelou que o governo tem trabalhado com uma proposta no valor de US$ 1,9 trilhão, um pouco acima do US$ 1,8 trilhão mencionado anteriormente. “Em algum momento, Pelosi terá que dar sim como resposta”, declarou.

Na avaliação do economista Alec Phillips, do Goldman Sachs, o projeto de alívio vai depender do resultado da eleição de 3 de novembro. Para ele, se o partido do ex-vice-presidente Joe Biden obtiver o comando do Legislativo, é improvável que uma legislação de assistência econômica seja aprovada antes da posse do novo Congresso, marcada para janeiro. “Senadores republicanos provavelmente seriam contra um pacote maior e congressistas democratas teriam poucos incentivos para aprovar um projeto reduzido quando poderiam aprovar um muito maior no início de 2021”, destaca.

À tarde, investidores reagiram timidamente à divulgação do Livro Bege, sumário das condições econômicas elaborado pelo Federal Reserve (Fed, o banco central americano), que ressaltou que a atividade econômica continuou melhorando recentemente.

Entre papéis específicos, a ação da Netflix despencou 6,92%, um dia após a gigante do streaming informar lucro liquido no terceiro trimestre menor que o esperado por analistas.

A empresa também revelou que o número de novos assinantes do serviço desacelerou para uma alta líquida de 2,2 milhões de julho a setembro, de 6,8 milhões em igual período do ano passado.

Veja também

+ Sandero deixa VW Polo GTS para trás em comparativo
+ Veja os carros mais vendidos em outubro
+ Grave acidente do “Cake Boss” é tema de reportagem especial
+ Ivete Sangalo salva menino de afogamento: “Foi tudo muito rápido”
+ Bandidos armados assaltam restaurante na zona norte do RJ
+ Mulher é empurrada para fora de ônibus após cuspir em homem
+ Caixa substitui pausa no financiamento imobiliário por redução de até 50% na parcela
+ Teve o auxílio emergencial negado? Siga 3 passos para contestar no Dataprev
+ iPhone 12: Apple anuncia quatro modelos com preço a partir de US$ 699 nos EUA
+ Veja mudanças após decisão do STF sobre IPVA
+ T-Cross ganha nova versão PCD; veja preço e fotos
+MasterChef: competidora lava louça durante prova do 12º episódio’
+As 10 picapes diesel mais econômicas do Brasil
+ Cozinheira desiste do Top Chef no 3º episódio e choca jurados
+ Governo estuda estender socorro até o fim de 2020
+ Pragas, pestes, epidemias e pandemias na arte contemporânea
+ Tubarão-martelo morde foil de Michel Bourez no Tahiti. VÍDEO

+ Arrotar muito pode ser algum problema de saúde?