Finanças

Bolsas de Nova York fecham sem direção única

As bolsas de Nova York fecharam sem sinal único, com o Nasdaq terminando com tímidos ganhos, em um dia de cautela entre investidores após um final de semana em que o número de mortes por coronavírus ultrapassou a marca de 100 mil no mundo inteiro. Em um pregão de agenda esvaziada, com feriado na Europa, investidores reagiram ainda ao acordo firmado pela Organização dos Países Exportadores e Petróleo de aliados (Opep+) de corte de 9,7 milhões de barris por dia (bpd) na produção da commodity, abaixo do esperado pelo mercado.

USDA divulga relatório semanal de inspeção de exportação dos EUA

Esperança cautelosa na Europa e Nova York com tímida queda nas mortes por coronavírus

O índice Dow Jones encerrou em queda de 1,39%, a 23.390,77 pontos, enquanto o S&P 500 recuou 1,01%, a 2.761,63 pontos. Na direção oposta, o Nasdaq avançou 0,48%, a 8.192,42 pontos. O papel da Amazon, terceiro mais importante do índice, saltou 6,17%, após a empresa anunciar que contratará 75 mil funcionários, em meio ao avanço da demanda. A companhia também vai permitir que vendedores embarquem itens não essenciais em sua plataforma.

Apesar dos tom positivo no setor de tecnologia, a aversão ao risco predominou durante toda a sessão. O avanço do coronavírus, que já provocou 111 mil mortes, de acordo com a Organização Mundial da Saúde, continua a direcionar o humor de investidores.

Nos Estados Unidos, divergências na resposta à pandemia causaram impressão de que falta sintonia entre as diferentes instâncias do governo. Ontem, o presidente Donald Trump citou uma publicação no Twitter que pedia a demissão do imunologista Anthony Fauci, responsável pelo trabalho do governo na área de doenças infecciosas. A Casa Branca, contudo, negou que haja planos de dispensar o médico.

Para a diretora do BK Management, as divergências não agradaram investidores, porque sugerem que Trump esta “perdendo a paciência com o principal especialista em doenças infecciosas no país”.

Em relação à reabertura da economia, Trump afirmou, pela manhã, que a decisão de suspender a quarentena nos Estados cabia a ele. No entanto, seis governadores, incluindo o de Nova York, Andrew Cuomo, anunciaram a elaboração de um plano de ação para planejar o fim das medidas de distanciamento social.

Entre as petrolíferas, a ação da Occidental Petroleum recuou 0,13% e o da ExxonMobil caiu 0,88%, após a Opep+ fechar acordo para redução de 9,7 milhões de bpd na produção de petróleo. Para a Stifel, seja um passo na direção correta, a medida pode ter vindo muito tarde. “Os preços permanecem voláteis por conta de temores de que os cortes não serão suficientes para compensar o excesso de oferta enquanto o coronavírus destrói a demanda global”, avalia.

Diante do noticiário, a informação de que o senador Bernie Sanders declarou apoio ao ex-vice-presidente Joe Biden, na disputa à presidência americana, ficou em segundo plano. O mercado acompanha com atenção, a partir de agora, o início da temporada de balanços, que indicará a dimensão do impacto do coronavírus nas contas das empresas.

Veja também

+ T-Cross ganha nova versão PCD; veja preço e fotos

+Conheça os 42 anos de história da picape Mitsubishi L200

+ Remédio barato acelera recuperação de pacientes com covid-19

+As 10 picapes diesel mais econômicas do Brasil

+ Avaliação: Chevrolet S10 2021 evoluiu mais do que parece

+ Grosseria de jurados do MasterChef Brasil é alvo de críticas

+ Cozinheira desiste do Top Chef no 3º episódio e choca jurados

+ Governo estuda estender socorro até o fim de 2020

+ Pragas, pestes, epidemias e pandemias na arte contemporânea

+ Tubarão-martelo morde foil de Michel Bourez no Tahiti. VÍDEO

+ Arrotar muito pode ser algum problema de saúde?