Finanças

Bolsas da Europa fecham sem sinal único, com balanços e setor de energia

As bolsas europeias fecharam sem sinal único nesta quinta-feira, 2, bom a maioria delas perto da estabilidade. Após uma sessão positiva no dia anterior, os mercados tiveram sessão mais modesta, em reação a balanços de empresas. Além disso, parte do setor de energia ficou pressionado, diante da queda do petróleo e do cobre.

O índice pan-europeu Stoxx 600 fechou em baixa de 0,02% (0,08 pontos), em 375,61 pontos.

Na bolsa de Londres, o índice FTSE-100 fechou em queda de 0,01%, em 7.382,35 pontos. No setor bancário, Lloyds subiu 0,10%, mas Barclays recuou 0,61%. Entre as mineradoras, Antofagasta e Anglo American caíram 1,49% e 2,52%, respectivamente. Por outro lado, o papel da gestora de recursos Aberdeen Asset Management subiu 1,07%

Em Frankfurt, o índice DAX recuou 0,06%, para 12.059,57 pontos. Commerzbank e Deutsche Bank caíram 0,17% e 0,82%, respectivamente, entre os bancos. No setor de energia, E.ON teve baixa de 0,41%. Basf e Daimler, por outro lado, subiram 0,61% e 0,07%.

Na bolsa de Paris, o índice CAC-40 avançou 0,06%, para 4.963,80 pontos. O setor bancário francês se saiu melhor que a média do continente hoje: Société Générale, BNP Paribas e Crédit Agricole tiveram altas de 0,33%, 0,14% e 0,42%, respectivamente. Já o papel da Air France-KLM recuou 0,56%.

O índice FTSE-MIB, da bolsa de Milão, se saiu melhor e avançou 0,39%, para 19.440,62 pontos. Entre as ações mais negociadas, Intesa Sanpaolo caiu 0,095, Saipem recuou 0,79% e Telecom Italia avançou 0,64%. Banco BPM cedeu 0,24%, mas no setor de energia Eni avançou 0,07%.

Em Madri, o índice IBEX-35 caiu 0,36%, para 9.716,00 pontos. Entre os papéis em foco, Santander caiu 1,17% e Banco de Sabadell teve baixa de 0,61%, mas Banco Popular Español avançou 1,17%. A ação da Telefónica teve baixa de 0,14%.

Na bolsa de Lisboa, o índice PSI-20 fechou em alta de 0,01%, em 4.708,57 pontos. Banco Comercial Português subiu 0,13% e Pharol avançou 2,29%, porém Altri caiu 0,67% e Jerónimo Martins recuou 0,16%. (Com informações da Dow Jones Newswires)