Finanças

Bolsas da Europa fecham em alta com foco em indicadores da China

As bolsas da Europa fecharam em alta nesta sexta-feira, 17, na esteira de indicadores da China, com o crescimento, produção industrial, vendas no varejo e investimentos em ativos não fixos acima do esperado. Os dados indicam que a desaceleração econômica da potência mundial pode estar em ritmo mais moderado. O índice pan-europeu Stoxx 600 fechou em alta de 0,96%, a 424,56 pontos, em novo recorde. Na comparação semanal houve alta de 1,29%.

O índice FTSE 100, da Bolsa de Londres, subiu 0,85%, a 7.674,56 pontos. Na comparação semanal houve alta de 1,14%. O índice DAX, da Bolsa de Frankfurt, fechou alta de 0,72%, a 13.526,13 pontos, com elevação semanal de 0,32%. Destaque para ações da Volkswagen, que subiram 0,80%, e da Siemens, com valorização de 0,90%.

O otimismo do mercado pós divulgação do crescimento do Produto Interno Bruto (PIB) e produção industrial, vendas no varejo e investimentos em ativos não fixos da China foi driver do mercado, que se manteve apesar da divulgação das vendas no varejo do Reino Unido, que caíram 0,6% de novembro para dezembro, ante previsões bem mais otimistas de que haveria alta de 0,9%.

O mercado financeiro espera que, diante dos indicadores no Reino Unido, membros do Comitê de Política Monetária do Banco da Inglaterra (BoE, na sigla em inglês) decidam sobre corte de juros. Para Samuel Tombs, economista-chefe para Reino Unido da Pantheon, os dados “surpreendentemente fracos” de vendas no varejo do Reino Unido fortalecem argumentos a favor de que BoE volte a cortar juros em sua próxima reunião de política monetária, no dia 30.

Em Paris, o índice CAC 40 fechou em alta de 1,02%, aos 6.100,72 pontos. Na comparação semanal houve alta de 1,05%. Em Milão, o índice FTSE MIB avançou 0,84%, a 24.141,07 pontos, com elevação de 0,50% na comparação semanal.

Destaque para os papéis da Fiat Chrysler, que chegaram a ter alta moderada ao longo do pregão após a empresa anunciar que está conversando com a fabricante de eletrônicos Foxconn Technology Group para a possível criação de uma joint venture voltada para o desenvolvimento de carros elétricos. As ações, no entanto, fecharam o dia em queda de 0,18%.

O índice PSI 20, da Bolsa de Lisboa, subiu 0,02%, a 5.307,98 pontos, com elevação de 0,95% na comparação semanal. O índice Ibex 35, da Bolsa de Madri, fechou em alta de 1,14%, a 9.681,30 pontos, subindo 1,12% na comparação semanal.

*Com informações da Dow Jones Newswires