Finanças

Bolsas da Europa acompanham NY e fecham em alta; temor por Delta limita ganhos

As bolsas europeias fecharam em alta nesta segunda-feira, 12, superando preocupações com a rápida disseminação da variante delta do coronavírus ao acompanhar o movimento das bolsas de Nova York. À espera de balanços de grandes bancos, ações do setor financeiro europeu ajudaram os índices a sustentarem os ganhos.

Desta forma, o índice pan-europeu Stoxx 600 fechou em alta de 0,69%, aos 460,83 pontos, após bater seu recorde histórico intraday, a 461,10 pontos.

As bolsas do Velho Continente passaram a subir no fim da manhã de hoje, após o mercado acionário nos Estados Unidos se firmar em território positivo, com os índices Dow Jones e S&P 500 renovando recordes intraday logo após a abertura.

A exemplo de NY, ações de bancos europeus acumularam ganhos nesta segunda-feira. Na Itália, cujo índice de referência FTSE MIB avançou 0,92%, aos 25.283,20 pontos, o Banco Generali teve alta de 1,83%. Já no alemão DAX, que subiu 0,65%, aos 15.790,51 pontos, o papel do Deutsche Bank se elevou 0,90%.



Em Londres, o Natwest Group teve uma das melhores performances do dia, em alta de 2,17%. O desempenho ajudou o índice FTSE 100 a encerrar a sessão com leve ganho de 0,05%, aos 7.125,42 pontos. Na contramão, ações de companhias ligadas ao setor aéreo tiveram fortes quedas no Reino Unido, de olho nos impactos da disseminação da variante delta do coronavírus. Entre os destaques negativos, a AIG fechou em baixa de 4,24%.

Apesar do avanço local da cepa, o secretário de Saúde britânico, Sajid Javid, confirmou a flexibilização das medidas de segurança a partir do próximo dia 19.

Investidores também ficaram atentos a comentários de dirigentes do Banco Central Europeu (BCE) à respeito da nova diretriz de meta inflacionária da instituição, segundo foi anunciado na última quinta-feira (08). Tanto a presidente do BCE, Christine Lagarde, quanto o vice-presidente do banco, Luis de Guindos, projetaram mudanças no forward guidance do BC europeu na reunião do dia 22 deste mês.

Entre outros índices europeus, o parisiense CAC 40 fechou em alta de 0,46%, aos 6.559,25 pontos, o IBEX 35, de Madri, avançou iguais 0,46%, aos 8.816,70 pontos, e o PSI 20, de Lisboa, subiu 0,89%, aos 5.219,22 pontos.

Veja também
+ Até 2019, havia mais gente nas prisões do que na bolsa de valores do Brasil
+ Geisy reclama de censura em rede social: “O Instagram tá me perseguindo”
+ Gel de babosa na bebida: veja os benefícios
+ Nicole Bahls já havia sido alertada sobre infidelidade do ex-marido
+ Truque para espremer limões vira mania nas redes sociais
+ Chef playmate cria receita afrodisíaca para o Dia do Orgasmo
+ Mercedes-Benz Sprinter ganha versão motorhome
+ Anorexia, um transtorno alimentar que pode levar à morte
+ Agência dos EUA alerta: nunca lave carne de frango crua
+ Yasmin Brunet quebra o silêncio
+ Tubarão é capturado no MA com restos de jovens desaparecidos no estômago

Tópicos

bolsas Europa