Finanças

Bolsas da Ásia fecham sem sinal único, com sentimento melhor no Japão

Crédito: Pixabay

No Japão, influenciou a avaliação mais otimista sobre o cenário por empresas do país (Crédito: Pixabay)

Os mercados acionários da Ásia não tiveram sinal único, nesta segunda-feira (14). A covid-19 e seus riscos à atividade seguem em foco, mas também a perspectiva de vacinação contra o vírus adiante, no dia em que deve começar a imunização nos Estados Unidos com a vacina da Pfizer e da BioNTech. No Japão, influenciou a avaliação mais otimista sobre o cenário por empresas do país.

Na Bolsa de Tóquio, o índice Nikkei fechou em alta de 0,30%, em 26.732,44 pontos, com ações de companhias de transporte e de montadoras de automóveis em destaque. O noticiário local sobre o novo coronavírus seguiu em foco, em meio a relatos da imprensa local de que o governo planeja retirar Tóquio e Nagoya como destinos de uma campanha para viagens domésticas, diante da alta da covid-19 nas duas cidades. A pesquisa Tankan, divulgada mais cedo pelo Banco do Japão (BoJ, na sigla em inglês), mostrou melhora do sentimento entre empresas no país, o que ajudou o humor dos investidores. Kawasaki Kisen Kaisha, do setor de transportes marítimos de carga, subiu 2,5% e Toyota Motor teve alta de 1,7%.

+ Bolsas de NY fecham mistas, com covid e impasse fiscal atenuado por Disney
+ Bolsas europeias fecham com perdas diante de covid e perspectiva pós-Brexit

Na China, a Bolsa de Xangai registrou ganho de 0,66%, a 3.369,12 pontos. A Bolsa de Shenzhen, de menor abrangência, subiu 1,07%, para 2.352,12 pontos. No setor financeiro chinês, China Merchants Bank subiu 3,96%, mas Bank of China recuou 0,31%. Air China mostrou queda de 1,16%, enquanto Dongfeng Automobile se destacou, em alta de 10,07%.



Em Hong Kong, o índice Hang Seng teve baixa de 0,44%, em 26.389,52 pontos. Na Coreia do Sul, o índice Kospi caiu 0,28%, a 2.762,20 pontos, sem impulso. Na Bolsa de Seul, ações ligadas a viagens e varejo recuaram, enquanto as de transportes marítimos e tecnologia avançaram. Um novo surto de casos da covid-19 pesou sobre o sentimento, com a Coreia do Sul reportando 718 novos casos da doença na segunda-feira, após ter tido 1.030 no domingo, dia que marcou o maior avanço diário nos casos para a nação asiática desde o início da pandemia. Em Taiwan, o índice Taiex teve baixa de 0,36%, a 14.211,05 pontos.

Na Oceania, na Bolsa de Sydney o índice S&P/ASX 200 fechou com ganho de 0,26%, a 6.660,20 pontos, mesmo com baixas em algumas ações ligadas a commodities. Afterpay teve alta de 8,8% e registrou fechamento recorde, com o setor financeiro em geral mostrando força. (Com informações da Dow Jones Newswires).

Veja também

+ 5 benefícios do jejum intermitente além de emagrecer
+ Jovem morre após queda de 50 metros durante prática de Slackline Highline
+ Conheça o phloeodes diabolicus "o besouro indestrutível"
+ Truque para espremer limões vira mania nas redes sociais
+ Mulher finge ser agente do FBI para conseguir comida grátis e vai presa
+ Zona Azul digital em SP muda dia 16; veja como fica
+ Estudo revela o método mais saudável para cozinhar arroz
+ Arrotar muito pode ser algum problema de saúde?
+ Tubarão é capturado no MA com restos de jovens desaparecidos no estômago
+ Cinema, sexo e a cidade
+ Descoberta oficina de cobre de 6.500 anos no deserto em Israel