Finanças

Bolsas da Ásia fecham sem direção única ante temor sobre pressões inflacionárias

As bolsas asiáticas fecharam sem direção única nesta quarta-feira, 12, com algumas delas seguindo o tom negativo de Nova York em meio a renovadas preocupações de que um salto global da inflação possa levar bancos centrais a reverter medidas de estímulos adotadas em reação à pandemia do novo coronavírus.

O índice acionário japonês Nikkei caiu 1,61% em Tóquio hoje, a 28.147,51 pontos, enquanto o sul-coreano Kospi recuou 1,49% em Seul, a 3.161,66 pontos, e o Taiex sofreu um tombo de 4,11% em Taiwan, a 15.902,37 pontos, pressionado também por um novo surto local de covid-19. Como resultado, o mercado taiwanês entrou em território de correção, ao acumular perdas de mais de 10% desde a máxima que atingiu no fim de abril.

Ontem, as bolsas de Nova York caíram de forma generalizada pelo segundo dia consecutivo, à medida que investidores voltaram a especular sobre a possibilidade de um forte avanço nos preços mundiais forçar o Federal Reserve (Fed, o banco central dos EUA) e outros grandes BCs a elevar seus juros de mínimas históricas mais cedo do que se imaginava.

Na manhã de hoje, as atenções vão se voltar para os últimos dados sobre inflação ao consumidor dos EUA. Na China, os preços ao consumidor estão sob relativo controle, mas os preços ao produtor dispararam em abril.

Na China continental, por outro lado, os mercados ampliaram ganhos de ontem, graças em parte a ações de montadoras, que tiveram forte desempenho de vendas no último mês. O Xangai Composto subiu 0,61%, a 3.462,75 pontos, e o menos abrangente Shenzhen Composto avançou 0,88%, a 2.271,81 pontos.

No mercado japonês, a Toyota destoou do Nikkei, com alta de 2,18% de sua ação, após divulgar resultados trimestrais melhores do que o esperado.

O dia também foi positivo em Hong Kong, que interrompeu uma sequência de três pregões negativos, uma vez que papéis de tecnologia se recuperaram de fortes perdas registradas nesta semana. O Hang Seng teve alta de 0,78%, fechando a 28,231,04 pontos, máxima da sessão.

Na Oceania, a bolsa australiana ficou no vermelho pelo segundo dia seguido, após fechar em nível recorde no começo da semana. O S&P/ASX 200 caiu 0,73% em Sydney, a 7.044,90 pontos. (Com informações da Dow Jones Newswires).

Veja também
+ Casamento de Ana Maria Braga chega ao fim após marido maltratar funcionários, diz colunista
+ Conheça a eficácia de cada vacina no combate à Covid-19
+ Veja fotos de Karoline Lima, novo affair de Neymar
+ Lázaro Barbosa consegue fugir de novo da polícia após tiroteio
+ Gracyanne Barbosa dança pole dance com novo visual
+ Agência dos EUA alerta: nunca lave carne de frango crua
+ Após processar nora, mãe de Medina a acusa de ter destruído sua casa; veja fotos
+ Yasmin Brunet quebra o silêncio
+ Fondue de chocolate com frutas fácil de fazer
+ Tubarão é capturado no MA com restos de jovens desaparecidos no estômago