Finanças

Bolsas da Ásia fecham mistas, com tensões EUA-China e covid-19 na Coreia do Sul

Crédito: AFP

A Coreia do Sul foi um dos primeiros países afetados pela COVID-19, mas controlou a epidemia com medidas rígidas e graças à colaboração da população (Crédito: AFP)

As bolsas asiáticas fecharam sem direção única nesta terça-feira, 18, com investidores mostrando cautela em meio às crescentes tensões entre EUA e China e indícios de que o novo coronavírus voltou a se alastrar na Coreia do Sul.

O índice acionário Kospi sofreu queda de 2,46% em Seul, a 2.348,24 pontos, após a Coreia do Sul relatar 246 novos casos de covid-19 nesta terça.

+ EUA querem Brasil no 5G sem a China
+ Advogados de executiva da Huawei detida no Canadá exigem documentos secretos

Trata-se do quinto dia consecutivo em que o país registra mais de 100 infectados. Com isso, a Coreia do Sul acumula 15.761 casos da doença, incluindo 306 mortes. Na segunda-feira, a bolsa sul-coreana não operou devido a um feriado.

Em Tóquio, o japonês Nikkei também ficou no vermelho, com baixa de 0,20%, a 23.051,08 pontos, pressionado por ações dos setores siderúrgico e de aviação. Já em Taiwan, o Taiex recuou 0,65%, a 12.872,14 pontos.

Em mais um capítulo das complicadas relações sino-americanas, o governo dos EUA ampliou na segunda restrições à Huawei, numa tentativa de limitar o acesso da gigante de telecomunicações chinesa à tecnologia americana.

Por outro lado, o presidente Donald Trump, assim como outras autoridades da Casa Branca, admitiram em entrevistas na segunda que a China vem cumprindo sua parte no acordo comercial de “fase 1” que Washington e Pequim assinaram em janeiro, ao comprar grandes quantidades de produtos agrícolas americanos.

Na China continental, as bolsas tiveram ganhos modestos nesta terça, revertendo perdas de mais cedo na sessão. O Xangai Composto subiu 0,36%, a 3.451,09 pontos, e o menos abrangente Shenzhen Composto avançou 0,49%, a 2.298,45 pontos. Em Hong Kong, o Hang Seng teve alta marginal de 0,08%, a 25.367,38 pontos.

Investidores na Ásia também acompanham o impasse nas negociações entre o governo Trump e a oposição democrata para o lançamento de um novo pacote fiscal, em resposta à crise do coronavírus.

Na Oceania, a bolsa australiana teve um dia positivo, em reação a balanços financeiros domésticos. O S&P/ASX 200 avançou 0,77% em Sydney, a 6.123,40 pontos.

*Com informações da Dow Jones Newswires

Veja também

+ Caixa substitui pausa no financiamento imobiliário por redução de até 50% na parcela
+ Teve o auxílio emergencial negado? Siga 3 passos para contestar no Dataprev
+ iPhone 12: Apple anuncia quatro modelos com preço a partir de US$ 699 nos EUA
+ Veja mudanças após decisão do STF sobre IPVA
+ T-Cross ganha nova versão PCD; veja preço e fotos
+MasterChef: competidora lava louça durante prova do 12º episódio’
+As 10 picapes diesel mais econômicas do Brasil
+ Cozinheira desiste do Top Chef no 3º episódio e choca jurados
+ Governo estuda estender socorro até o fim de 2020
+ Pragas, pestes, epidemias e pandemias na arte contemporânea
+ Tubarão-martelo morde foil de Michel Bourez no Tahiti. VÍDEO

+ Arrotar muito pode ser algum problema de saúde?