Finanças

Bolsas da Ásia fecham em baixa, com incerteza no comércio novamente em foco

As bolsas asiáticas fecharam em território negativo nesta quarta-feira, embora sem perdas acentuadas, com as incertezas no comércio global novamente prejudicando o apetite por ações, além de questões pontuais em algumas praças. A maior expectativa é por novidades na disputa entre Estados Unidos e China, que poderia levar a mais tarifas sobre produtos da potência asiática e a uma provável retaliação contra os americanos.

Na China, a Bolsa de Xangai fechou em baixa de 0,33%, em 2.656,11 pontos, e a de Shenzhen, de menor abrangência, recuou 0,41%, a 1.467,42 pontos. A Bolsa de Xangai terminou perto de seu patamar mais fraco de fechamento desde janeiro de 2016, após uma sessão volátil. Xangai ainda recuou hoje pela décima vez nas últimas 12 sessões, com papéis dos setores farmacêutico e de telecomunicações sob pressão.

Na Bolsa de Tóquio, o índice Nikkei fechou com queda de 0,27%, em 22.604,61 pontos. A queda foi mais acentuada pela manhã, após a alta de 1,30% do pregão anterior, mas houve redução de perdas ao longo do dia de hoje.

Em Hong Kong, o índice Hang Seng teve baixa de 0,29%, a 26.345,04 pontos e atingiu nova mínima de fechamento em 14 meses. Houve quedas mais fortes em ações do setor médico, em meio a temores de medidas do governo no setor. Os dois maiores bancos da China também recuaram: China Construction Bank e ICBC encerraram ambos em baixa de cerca de 2%.

Na Coreia do Sul, o índice Kospi caiu 0,01%, a 2.282,92 pontos em Seul, com uma recuperação no fim do dia. Ainda assim, a praça sul-coreana teve a quinta baixa em seis dias, com a gigante Samsung em queda de 1,1% e a fabricante de microchips Hynix, de 2%. Por outro lado, Hyundai Motor subiu 1,2% e Korean Air teve ganho de 1,8%.

Em Taiwan, o índice Taiex caiu 0,28%, a 10,722,57 pontos. Fornecedora da Apple, Hon Hai caiu 0,9%, com investidores à espera de notícias sobre o lançamento de novos modelos do iPhone nesta quarta-feira.

Na Oceania, na Bolsa de Sydney o índice S&P/ASX 200 teve baixa de 0,06%, a 6.175,90 pontos, ficando de lado durante o pregão. As ações de energia subiram, diante da força do petróleo na madrugada, mas papéis do setor financeiro recuaram.