Finanças

Bolsas da Ásia fecham em baixa, após decepção com Fed e BoJ manter política

Crédito: AFP

Painel de cotação que exibe os preços das ações do Índice Nikkei 225 em Tóquio (Crédito: AFP)

As bolsas asiáticas fecharam majoritariamente em baixa nesta quinta-feira, 17, após o Federal Reserve (Fed, o banco central dos EUA) falhar em sinalizar possíveis novas medidas de estímulos ontem, quando deixou seus juros inalterados. Hoje, o Banco do Japão (BoJ) também manteve sua política monetária.

Como se previa, o Fed manteve ontem seu juro básico na faixa atual de 0% a 0,25% e indicou que o deixará neste nível até pelo menos 2023, mas não deu qualquer sinalização de que possa relaxar ainda mais sua política. “Embora tenha prometido manter os juros baixos, o Fed não preparou o terreno para quaisquer novos estímulos para a bombardeada e ferida economia dos EUA”, avaliou o banco IG.

+ Não vejo necessidade de alterar meta de inflação de 2%, diz presidente do BoJ
+ Guerra contra o TikTok frustra ambições tecnológicas chinesas

Também desagradou um comentário do presidente do Fed, Jerome Powell, de que alguns setores da economia americana irão demorar mais tempo para se recuperar.

No Japão, o BoJ igualmente deixou intactas as configurações de sua política monetária durante a madrugada desta quinta, mas melhorou sua avaliação da economia japonesa. Em coletiva de imprensa, o presidente do BC japonês, Haruhiko Kuroda, disse que manterá comunicação próxima com o novo primeiro-ministro do país, Yoshihide Suga, que assumiu ontem no lugar de Shinzo Abe.

O índice Nikkei caiu 0,67% hoje na Bolsa de Tóquio, a 23.319,27 pontos, pressionado por ações do setor ferroviário, enquanto o Hang Seng recuou 1,56% em Hong Kong, a 24.340,85 pontos, o sul-coreano Kospi se desvalorizou 1,22% em Seul, a 2.406,17 pontos, e o Taiex registrou baixa de 0,80% em Taiwan, a 12.872,74 pontos.

Já na China continental, o Xangai Composto encerrou o pregão com queda de 0,41%, a 3.270,44 pontos, mas o menos abrangente Shenzhen Composto teve alta marginal de 0,08%, a 2.186,99 pontos.

Na Oceania, a bolsa australiana seguiu o tom predominante da Ásia, apesar de a taxa de desemprego do país ter apresentado uma queda inesperada, de 7,5% em julho para 6,8% em agosto. O S&P/ASX 200 caiu 1,22% em Sydney, a 5.883,20 pontos. (Com informações da Dow Jones Newswires).

Veja também

+ Caixa substitui pausa no financiamento imobiliário por redução de até 50% na parcela
+ Teve o auxílio emergencial negado? Siga 3 passos para contestar no Dataprev
+ iPhone 12: Apple anuncia quatro modelos com preço a partir de US$ 699 nos EUA
+ Veja mudanças após decisão do STF sobre IPVA
+ T-Cross ganha nova versão PCD; veja preço e fotos
+MasterChef: competidora lava louça durante prova do 12º episódio’
+As 10 picapes diesel mais econômicas do Brasil
+ Cozinheira desiste do Top Chef no 3º episódio e choca jurados
+ Governo estuda estender socorro até o fim de 2020
+ Pragas, pestes, epidemias e pandemias na arte contemporânea
+ Tubarão-martelo morde foil de Michel Bourez no Tahiti. VÍDEO

+ Arrotar muito pode ser algum problema de saúde?