Finanças

Bolsas asiáticas fecham mistas, cautelosas antes de ata e simpósio do Fed

As bolsas da Ásia e do Pacífico fecharam sem direção única e com variações modestas nesta quarta-feira, à medida que o sentimento de cautela predominou antes de o Federal Reserve (Fed, o banco central dos Estados Unidos) publicar sua ata de política monetária e iniciar o simpósio anual em Jackson Hole.

A ata do Fed será divulgada na tarde de hoje. No documento, o BC americano deverá sinalizar se pretende ou não continuar reduzindo juros, como fez na reunião do fim de julho. No início da semana, o presidente dos EUA, Donald Trump, voltou a fazer pressão e defender que o Fed corte seus juros em “pelo menos” um ponto porcentual num curto período de tempo.

Já o simpósio de Jackson Hole, em Wyoming (EUA), começa amanhã e terá discurso do presidente do Fed, Jerome Powell, na sexta-feira (23).

O desempenho morno dos mercados na Ásia veio também após um pregão negativo das bolsas de Nova York, que ontem caíram em meio a temores de que a economia global esteja caminhando para uma recessão, em parte como resultado da prolongada disputa comercial entre EUA e China, e na expectativa para a ata e o evento do Fed.

No Japão, o índice Nikkei terminou o dia em baixa de 0,28%, a 20.618,57 pontos, pressionado por ações de bancos e do setor de eletrônicos.

Já os mercados chineses ficaram perto da estabilidade. O índice Xangai Composto teve alta marginal de 0,01%, a 2.880,33 pontos, mas o menos abrangente Shenzhen Composto recuou 0,09%, a 1.572,62 pontos.

Em outras partes da região asiática, o Hang Seng subiu 0,15% em Hong Kong, a 26.270,04 pontos, o sul-coreano Kospi teve alta de 0,22% em Seul, a 1.964,65 pontos, e o Taiex ficou praticamente estável em Taiwan, com ligeiro ganho de 0,03%, a 10.525,80 pontos.

Na Oceania, a bolsa australiana migrou para o vermelho hoje – após acumular fortes ganhos nos dois pregões anteriores -, influenciada por ações de grandes bancos domésticos e de mineradoras. O S&P/ASX 200 caiu 0,94% em Sydney, a 6.483,30 pontos. Com informações da Dow Jones Newswires.