Finanças

Bolsas asiáticas fecham em baixa, à espera de discursos de Trump e do Fed

As bolsas asiáticas fecharam em baixa nesta segunda-feira, em clima de cautela antes de um discurso do presidente dos EUA, Donald Trump, e de falas de várias autoridades do Federal Reserve (Fed, o banco central americano).

O mercado japonês liderou as perdas, em meio à valorização do iene ante o dólar durante a madrugada. O Nikkei caiu 0,91%, encerrando o pregão a 19.107,47 pontos.

Na China, o Xangai Composto recuou 0,76%, a 3.228,66 pontos, enquanto o menos abrangente Shenzhen Composto cedeu 0,58%, a 1.988,77 pontos.

Trump vai discursar no fim da noite desta terça-feira no Congresso em Washington, mas há pouca expectativa de que fale sobre seu plano tributário ou mencione detalhes de outras políticas.



Além disso, a presidente do Fed, Janet Yellen, e outros dirigentes do BC americano irão fazer pronunciamentos ao longo da semana, o que deverá ajudar a calibrar as apostas para a possibilidade de uma nova alta de juros nos EUA em março. Por enquanto, a maioria dos investidores acredita que o Fed deixará os juros básicos nos níveis atuais na reunião de política monetária do próximo mês.

Entre as bolsas chinesas, o sentimento de cautela foi ampliado por uma decisão de Pequim, na última sexta-feira, de punir duas seguradoras por compras especulativas de ações. A Evergrande Life não poderá realizar negócios com ações ao longo de um ano e o presidente do conselho de administração da Foresea Life Insurance foi afastado e não poderá voltar para o setor antes de uma década.

Em outras partes da Ásia, o Hang Seng caiu 0,17% em Hong Kong, a 23.925,05 pontos, enquanto o sul-coreano Kospi recuou 0,41% em Seul, a 2.085,52 pontos, e o filipino PSEi teve queda de 0,37% em Manila, a 7.232,47 pontos. Em Taiwan, não houve negócios hoje devido a um feriado local.

Na Oceania, a bolsa australiana seguiu as asiáticas e o índice S&P/ASX 200 terminou o dia com baixa de 0,3% em Sydney, a 5.724,20 pontos. Com informações da Dow Jones Newswires.

Veja também
+ Até 2019, havia mais gente nas prisões do que na bolsa de valores do Brasil
+ Geisy reclama de censura em rede social: “O Instagram tá me perseguindo”
+ Gel de babosa na bebida: veja os benefícios
+ Nicole Bahls já havia sido alertada sobre infidelidade do ex-marido
+ Truque para espremer limões vira mania nas redes sociais
+ Chef playmate cria receita afrodisíaca para o Dia do Orgasmo
+ Mercedes-Benz Sprinter ganha versão motorhome
+ Anorexia, um transtorno alimentar que pode levar à morte
+ Agência dos EUA alerta: nunca lave carne de frango crua
+ Yasmin Brunet quebra o silêncio
+ Tubarão é capturado no MA com restos de jovens desaparecidos no estômago