Finanças

Bolsas asiáticas fecham em alta, na expectativa para acordo comercial EUA-China

As bolsas asiáticas fecharam em alta nesta segunda-feira, na expectativa para a assinatura de um acordo comercial preliminar entre americanos e chineses.

Nos negócios da China continental, o índice Xangai Composto subiu 0,75% hoje, a 3.115,57 pontos, e o menos abrangente Shenzhen Composto avançou 1,36%, a 1.822,35 pontos.

Em outras partes da Ásia, o Hang Seng teve ganho de 1,11% em Hong Kong, a 28.954,94 pontos, enquanto o sul-coreano Kospi se valorizou 1,04% em Seul, a 2.229,26 pontos, e o Taiex subiu 0,74% em Taiwan, a 12.113,42 pontos, após a reeleição por ampla margem da presidente Tsai Ing-wen no fim de semana. Ela derrotou seu principal adversário – Han Kuo-yu, que é favorável a laços mais estreitos dos taiwaneses com a China – com uma vantagem de mais de 2,6 milhões de votos.

No Japão, a Bolsa de Tóquio e outros mercados não operaram nesta segunda devido a um feriado nacional.

O bom humor na região asiática precede a cerimônia de assinatura do acordo comercial “de fase 1” entre EUA e China, esperada para quarta-feira (15). Uma delegação chinesa liderada pelo vice-primeiro-ministro Liu He chega hoje a Washington para firmar o pacto e, provavelmente, preparar o terreno para a segunda fase do acordo. Espera-se que detalhes do acerto preliminar, de 86 páginas, sejam revelados nesta semana.

Ontem, o secretário do Tesouro dos EUA, Steven Mnuchin, alertou que a Casa Branca não descarta a retomada de tarifas contra a China caso Pequim descumpra o acordo.

Na Oceania, a bolsa australiana contrariou o tom positivo da Ásia e fechou no vermelho, na esteira de dados do mercado de trabalho dos EUA que ficaram abaixo das expectativas. O índice S&P/ASX 200 caiu 0,37% em Sydney hoje, a 6.903,70 pontos. Com informações da Dow Jones Newswires.