Finanças

Bolsas asiáticas fecham em alta, apesar de dúvidas sobre perspectiva global

Crédito: AFP

Bolsa de Tóquio (Crédito: AFP)

As bolsas asiáticas fecharam majoritariamente em alta nesta sexta-feira, recuperando-se em parte das perdas de ontem, embora persistam dúvidas sobre a perspectiva da economia global em meio à disseminação do coronavírus.

Na China continental, o índice Xangai Composto teve modesto ganho de 0,13%, a 3.214,13 pontos e o menos abrangente Shenzhen Composto avançou 0,69%, a 2.158,94.

Bolsas de NY fecham em queda, com dados da China, covid-19 e balanços em foco

No pregão de ontem, o Xangai e o Shenzhen sofreram tombos de 4,5% e 5,2%, respectivamente, após uma inesperada queda nas vendas do setor varejista chinês em junho e apesar de o Produto Interno Bruto (PIB) da segunda maior economia do mundo ter crescido mais do que o esperado no segundo trimestre. A decepção com a fraqueza no consumo gerou dúvidas sobre o ritmo de recuperação da China após o violento choque da pandemia de coronavírus.

Em outras partes da Ásia, o Hang Seng se valorizou 0,47% em Hong Kong nesta sexta, a 25.089,17 pontos, enquanto o sul-coreano Kospi mostrou alta de 0,80% em Seul, a 2.201,19 pontos, e o Taiex subiu 0,20% em Taiwan, a 12.181,56 pontos.

Exceção

A bolsa japonesa foi exceção hoje, com queda de 0,32% do Nikkei em Tóquio, a 22.696,42 pontos, diante do fraco desempenho de ações dos setores imobiliário e siderúrgico.

Assim como a recuperação econômica da China, a dos EUA também desperta incertezas. Ontem, os números do varejo americano surpreenderam positivamente, mas o volume de novos pedidos de auxílio-desemprego da última semana ficou acima do esperado. Além disso, os EUA enfrentam uma segunda onda de infecções por covid-19, que veio após a reversão de medidas de confinamento motivadas pela doença.

Tensões

Já tensões entre EUA e China, que ganharam força após Pequim adotar uma nova lei de segurança nacional para Hong Kong, permanecem no radar. Ontem, circulou notícia de que a Casa Branca considera proibir que membros do Partido Comunista chinês e suas famílias viajem para os EUA.

Na Oceania, a bolsa australiana também ficou no azul, apesar de preocupações com o avanço do coronavírus no Estado de Victoria. O S&P/ASX 200 subiu 0,38% em Sydney, a 6.033,60 pontos. Com informações da Dow Jones Newswires.

Veja também

+ 5 benefícios do jejum intermitente além de emagrecer
+ Jovem morre após queda de 50 metros durante prática de Slackline Highline
+ Conheça o phloeodes diabolicus "o besouro indestrutível"
+ Truque para espremer limões vira mania nas redes sociais
+ Mulher finge ser agente do FBI para conseguir comida grátis e vai presa
+ Zona Azul digital em SP muda dia 16; veja como fica
+ Estudo revela o método mais saudável para cozinhar arroz
+ Arrotar muito pode ser algum problema de saúde?
+ Tubarão é capturado no MA com restos de jovens desaparecidos no estômago
+ Cinema, sexo e a cidade
+ Descoberta oficina de cobre de 6.500 anos no deserto em Israel