Tecnologia

Bola fora da rede

Crédito: Divulgação

Federação, ligas e clubes da primeira e segunda divisões do futebol inglês anunciaram boicote de quatro dias às redes sociais, em ação de repúdio à discriminação com discursos de ódio –principalmente raciais e de gênero – nas contas de times e jogadores.

De sexta-feira (30) a segunda-feira (3), as organizações ficarão sem interagir nas plataformas digitais. Recentemente, o ex-atacante francês Thierry Henry, ídolo da torcida do Arsenal e um dos maiores nomes da história da Premier League, anunciou sua saída das redes sociais, inconformado com a quantidade de ofensas que recebia.

Mais um facho de luz à necessária discussão sobre a inércia e a responsabilidade das empresas de tecnologia e dos departamentos de investigação e justiça dos países. A bola, desta vez, foi para fora da rede. E foi um golaço!

(Nota publicada na edição 1220 da Revista Dinheiro)