Economia

BoJ mantém política inalterada, mas reitera disposição de voltar a agir

O Banco do Japão (BoJ) decidiu manter sua política monetária inalterada, após concluir reunião de dois dias nesta quinta-feira, mas reiterou que tomará medidas de estímulo adicionais, se necessário.

O BC japonês manteve sua taxa de depósito de curto prazo em -0,10% e a meta do juro para o bônus do governo japonês (JGB, pela sigla em inglês) de 10 anos em torno de 0%. O BoJ reiterou também o compromisso de comprar 80 trilhões de ienes em JGBs e 6 trilhões de ienes em fundos de índice (ETFs, na sigla em inglês) anualmente.

Em comunicado da decisão, o BoJ reafirmou ainda a promessa de manter os juros nos níveis atuais ou menores enquanto houver a possibilidade de que os preços percam o ímpeto em direção à sua meta oficial de inflação, estabelecida em 2%.

A autoridade monetária do Japão também manteve a avaliação de que a economia doméstica continua se expandindo de forma moderada, mas ressaltou que as exportações, a produção e a confiança das empresas têm demonstrado alguma fraqueza.

O BoJ avaliou que a produção tem diminuído nos últimos tempos. Anteriormente, sua visão era de que a produção se mantinha perto estabilidade. Com informações da Dow Jones Newswires.

Veja também

+ Receita abre consulta a segundo lote de restituição de IR, o maior da história
+ Homem encontra chave de fenda em pacote de macarrão
+ Baleias dão show de saltos em ilhabela, veja fotos!
+ 9 alimentos que incham a barriga e você não fazia ideia
+ Modelo brasileira promete ficar nua se o Chelsea for campeão da Champions League
+ Cuide bem do seu motor, cuidando do óleo do motor
+ 12 dicas de como fazer jejum intermitente com segurança

Tópicos

BoJ decisão Japão