Negócios

Boeing proporá segundo plano de demissão voluntária a seus funcionários

Boeing proporá segundo plano de demissão voluntária a seus funcionários

Boeing proporá segundo plano de demissão voluntária - AFP

A Boeing, atingida pelo declínio do transporte aéreo, proporá um segundo plano de demissões voluntárias aos seus funcionários, que se somará ao corte, já anunciado, de 10% de seus quadros.

“Embora vejamos sinais de reativação após a pandemia, nosso setor e nossos clientes continuam enfrentando desafios importantes”, explicou o grupo em uma nota enviada à AFP nesta terça-feira (18).

+ Anac avalia o retorno das operações do Boeing 737-8 MAX
+ Covid-19 e acordo frustrado com Boeing levam Embraer a prejuízo de R$ 1,7 bi 

“Tomamos medidas para nos ajustarmos à realidade do mercado e preparar a empresa para a reativação”, acrescentou a Boeing. “Vamos oferecer um segundo plano de demissões voluntárias para permitir aos funcionários deixar a empresa com indenizações”, explicou, sem detalhar quantos colaboradores o plano poderá alcançar.

O grupo já vinha sofrendo com a crise do 737 MAX, seu avião vedete, que não voa desde março de 2019, após dois acidentes fatais, quando a COVID-19 derrubou as vendas de passagens e interrompeu a produção em suas fábricas.

A Boeing, assim como sua concorrente europeia Airbus, reduziu o ritmo de produção.

Em julho, executivos informaram que a companhia havia identificado 19.000 funcionários que deixariam a empresa até o fim do ano, o que seria compensado por 3.000 novas contratações, sobretudo no setor da defesa.

Este novo plano de redução dos quadros se somará a estes cortes.

Veja também

+ Carreira da Década - Veja como ingressar na carreira que faltam profissionais, mas sobram vagas
+ Truque para espremer limões vira mania nas redes sociais
+ Mulher finge ser agente do FBI para conseguir comida grátis e vai presa
+ Zona Azul digital em SP muda dia 16; veja como fica
+ Estudo revela o método mais saudável para cozinhar arroz
+ Arrotar muito pode ser algum problema de saúde?
+ Tubarão é capturado no MA com restos de jovens desaparecidos no estômago
+ Cinema, sexo e a cidade
+ Descoberta oficina de cobre de 6.500 anos no deserto em Israel