Negócios

Boa Vista: Inadimplência deve continuar subindo com inflação, juros e ruptura do regime fiscal

Economistas da Boa Vista preveem que a taxa de inadimplência deve continuar subindo nos próximos meses, em meio a um cenário de inflação alta, juros acelerando e dúvidas quanto à situação fiscal do País. Para eles, esse movimento não é surpresa, uma vez que esse índice estava represado em níveis baixos em meio ao cenário econômico “nada amistoso”.



A taxa de inadimplência das famílias com recursos livres avançou levemente em setembro e marca 4,25%, ante 4,15% no mês anterior, segundo dados do Banco Central. A elevação na taxa havia sido antecipada pelo indicador de Registros de Inadimplentes da Boa Vista, que apontou alta de 1,0% na comparação mensal dos dados dessazonalizados no mesmo período.

Na análise da Boa Vista, o cenário econômico do País depende do Copom manter os planos originais, que eram de não reagir a toda e qualquer movimentação do mercado – o que, na visão da empresa, não estaria sendo cumprido.

Para a Boa Vista, o ritmo de crescimento da concessão de crédito dá sinais de acomodação, o que era esperado por causa do risco mais elevado do País, diante de projeções de crescimento do mercado cada vez menores e expectativas de alta na inflação e juros.




Veja também
+ Horóscopo: confira a previsão de hoje para seu signo
+ Vídeo: Motorista deixa carro Tesla no piloto automático e dorme em rodovia de SP
+ Vale-alimentação: entenda o que muda com novas regras para benefício
+ Veja quais foram os carros mais roubados em SP em 2021
+ Expedição identifica lula gigante responsável por naufrágio de navio em 2011
+ Tudo o que você precisa saber antes de comprar uma panela elétrica
+ Descoberto na Armênia aqueduto mais oriental do Império Romano
+ Agência dos EUA alerta: nunca lave carne de frango crua
+ Passageira agride e arranca dois dentes de aeromoça
+ Gel de babosa na bebida: veja os benefícios
+ Truque para espremer limões vira mania nas redes sociais
+ Lago Superior: a melhor onda de água doce do mundo?