Economia

BNDES termina 2020 com 121 projetos de concessão mandatados

A “fábrica de projetos” do Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES), ou seja, o portfólio de estruturação de concessões e privatizações, em infraestrutura ou demais áreas do setor público, terminou 2020 com 121 projetos “mandatados”. Esse conjunto de projetos preveem R$ 223 bilhões de capital a ser mobilizado em investimentos diretos, conforme dados apresentados junto dos resultados financeiros de 2020 do banco de fomento.

Em apresentação online, o diretor de Infraestrutura, Concessões e PPPs do BNDES, Fábio Abrahão, destacou alguns setores entre os projetos em estruturação, como saneamento e infraestrutura rodoviária.

O executivo citou a conclusão do leilão de concessão dos serviços de água e esgoto na região metropolitana de Maceió (AL), em setembro, e a concessão de saneamento no Estado do Rio, com licitação marcada para 30 de abril.

“O Brasil tem 20 mil quilômetros de estradas concessionadas. Só na carteira (de projetos em estruturação) do BNDES, temos 15 mil quilômetros”, afirmou Abrahão.

Um ano antes, no fim de 2019, o portfólio do BNDES tinha 57 projetos em estruturação, com investimento direto total estimado em R$ 176 bilhões.

Veja também

+ Carreira da Década - Veja como ingressar na carreira que faltam profissionais, mas sobram vagas
+ Truque para espremer limões vira mania nas redes sociais
+ Mulher finge ser agente do FBI para conseguir comida grátis e vai presa
+ Zona Azul digital em SP muda dia 16; veja como fica
+ Estudo revela o método mais saudável para cozinhar arroz
+ Arrotar muito pode ser algum problema de saúde?
+ Tubarão é capturado no MA com restos de jovens desaparecidos no estômago
+ Cinema, sexo e a cidade
+ Descoberta oficina de cobre de 6.500 anos no deserto em Israel