Negócios

BNDES escolhe duas fintechs para receber fomento em novo projeto

A ideia da iniciativa do BNDES é ajudar a fomentar o ecossistema, incentivando o desenvolvimento de novas soluções para os problemas de acesso ao crédito

Crédito: Vanderlei Almeida

Lançado em 2018, o Desafio BNDES Fintech busca procurar novas iniciativas no campo da tecnologia que trazem novas soluções para serviços financeiros. O processo contou com nove desafios relacionados à facilitação e promoção do acesso ao crédito e trouxe as fintechs paulistanas MarketUP e Omie como vencedoras.

A MarketUP é uma startup focada em soluções de gerenciamento de micro, pequenas e médias empresas (MPMEs) totalmente gratuíta. Através de um software de gestão e automação comercial, a empresa consegue maximizar processos de empresas sem ônus as companhias, ajudando a fomentar novas iniciativas no Brasil. Já a Omie funciona como um contador digital, onde o empreendedor consegue manter controle e emitir notas fiscais através do aplicativo.

A ideia da iniciativa do BNDES é ajudar a fomentar o ecossistema, incentivando o desenvolvimento de novas soluções para os problemas de acesso ao crédito e ajudar na divulgação e promoção dos produtos e serviços oferecidos pelas fintechs. Ele faz parte do canal MPMEs do banco, focado em pessoas jurídicas de faturamento anual de até R$ 300 milhões ao ano e busca democratizar o crédito no Brasil.

“A parceria com fintechs é parte da estratégia de digitalização e open banking do BNDES, promovendo integração com soluções para melhorar a experiência dos clientes” diz Marcelo Porteiro, superintendente de Operações e Canais Digitais do BNDES. A ideia de modernização de processos financeiros vai de encontro a estratégia de outros bancos brasileiros. Segundo publicado pela Reuters, o Itaú Unibanco planeja encerrar 400 operações físicas para focar em processos online.