Economia

BNDES diz trabalhar com cenário de que crise vai se estabilizar em poucos meses

O presidente do Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES), Gustavo Montezano, disse nesta quinta-feira, 8, que o Brasil deve começar sair da atual crise de saúde em alguns meses, com pelo menos uma estabilização da curva de contágios por covid-19. “A desigualdade social em vários países aumentou, o Brasil entre eles. Gastamos bastante dinheiro na crise, mas ainda há uma profunda desigualdade no Brasil”, afirmou, em participação no 2021 Brazil Summit, organizado pela Brazilian-American Chamber of Commerce.

Montezano destacou o papel do BNDES no estímulo à agenda ESG – ambiental, social e de governança, na sigla em inglês – no Brasil e avaliou que o papel do banco de fomento é crescente nesse sentido.

“Temos disponibilizado bilhões e bilhões de reais para projetos relacionados ao desenvolvimento sustentável. Somos o maior financiador de projetos sustentáveis do mundo, porque o Brasil tem uma matriz limpa de energia”, completou o presidente do BNDES.

Veja também

+ Carreira da Década - Veja como ingressar na carreira que faltam profissionais, mas sobram vagas
+ Truque para espremer limões vira mania nas redes sociais
+ Mulher finge ser agente do FBI para conseguir comida grátis e vai presa
+ Zona Azul digital em SP muda dia 16; veja como fica
+ Estudo revela o método mais saudável para cozinhar arroz
+ Arrotar muito pode ser algum problema de saúde?
+ Tubarão é capturado no MA com restos de jovens desaparecidos no estômago
+ Cinema, sexo e a cidade
+ Descoberta oficina de cobre de 6.500 anos no deserto em Israel