Economia

BNDES diz trabalhar com cenário de que crise vai se estabilizar em poucos meses

O presidente do Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES), Gustavo Montezano, disse nesta quinta-feira, 8, que o Brasil deve começar sair da atual crise de saúde em alguns meses, com pelo menos uma estabilização da curva de contágios por covid-19. “A desigualdade social em vários países aumentou, o Brasil entre eles. Gastamos bastante dinheiro na crise, mas ainda há uma profunda desigualdade no Brasil”, afirmou, em participação no 2021 Brazil Summit, organizado pela Brazilian-American Chamber of Commerce.

Montezano destacou o papel do BNDES no estímulo à agenda ESG – ambiental, social e de governança, na sigla em inglês – no Brasil e avaliou que o papel do banco de fomento é crescente nesse sentido.

“Temos disponibilizado bilhões e bilhões de reais para projetos relacionados ao desenvolvimento sustentável. Somos o maior financiador de projetos sustentáveis do mundo, porque o Brasil tem uma matriz limpa de energia”, completou o presidente do BNDES.



Veja também
+ Até 2019, havia mais gente nas prisões do que na bolsa de valores do Brasil
+ Geisy reclama de censura em rede social: “O Instagram tá me perseguindo”
+ Gel de babosa na bebida: veja os benefícios
+ Nicole Bahls já havia sido alertada sobre infidelidade do ex-marido
+ Truque para espremer limões vira mania nas redes sociais
+ Chef playmate cria receita afrodisíaca para o Dia do Orgasmo
+ Mercedes-Benz Sprinter ganha versão motorhome
+ Anorexia, um transtorno alimentar que pode levar à morte
+ Agência dos EUA alerta: nunca lave carne de frango crua
+ Yasmin Brunet quebra o silêncio
+ Tubarão é capturado no MA com restos de jovens desaparecidos no estômago