Economia

BNDES cobra explicações da Ford sobre fechamento de fábricas

Crédito: Divulgação/Ford

São "dois contratos de financiamento direto, no valor total de R$ 335 milhões, contratados em 2014 e 2017", explica o banco público (Crédito: Divulgação/Ford)

O Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES) cobrou explicações a Ford sobre o fechamento de fábricas no Brasil.

“Na segunda-feira, 11, em contato com a Ford, o BNDES pediu mais esclarecimentos sobre o fechamento das fábricas. O banco aguarda as respostas para avaliar os impactos da decisão da companhia sobre os financiamentos diretos ainda em curso”, informou o BNDES, por meio de nota.

A montadora, que anunciou o encerramento da produção nesta segunda-feira (11), recebeu R$ 3,5 bilhões de empréstimos desde 2002 pelo banco. Atualmente, há R$ 355 milhões de empréstimos ativos do BNDES para a companhia.

São “dois contratos de financiamento direto, no valor total de R$ 335 milhões, contratados em 2014 e 2017”, explicou o banco público.



“Eles [contratos] tiveram como objeto projetos destinados ao desenvolvimento de novos produtos da companhia no Brasil, para o fortalecimento da engenharia nacional. Esses contratos dispõem de cláusulas-padrão que visam à manutenção do emprego durante a implementação do projeto, que já ocorreu. Os financiamentos já passaram da metade do prazo total, estando com pagamentos em dia”, destacou o BNDES.

+ Montadoras como a Ford sofrem pressão global por mudanças, apontam especialistas

A Ford vai encerrar as atividades de manufatura nas plantas de Camaçari (BA), Taubaté (SP) e em Horizonte (CE) – fábrica da Troller – durante 2021.

Segundo o BNDES, também “estão em vigor 30 contratos de financiamento indiretos do BNDES para a Ford, no valor total contratado de R$ 54,2 milhões. Esses contratos são realizados por meio de parceiros, agentes financeiros previamente credenciados que são responsáveis pela análise cadastral e de crédito dos clientes, assumindo o risco das operações financeiras perante o BNDES”.

O banco afirmou ainda que no seu portal de transparência, é possível consultar o histórico de todas as operações de crédito do banco.

 

Veja também

+ 5 benefícios do jejum intermitente além de emagrecer
+ Jovem morre após queda de 50 metros durante prática de Slackline Highline
+ Conheça o phloeodes diabolicus "o besouro indestrutível"
+ Truque para espremer limões vira mania nas redes sociais
+ Mulher finge ser agente do FBI para conseguir comida grátis e vai presa
+ Zona Azul digital em SP muda dia 16; veja como fica
+ Estudo revela o método mais saudável para cozinhar arroz
+ Arrotar muito pode ser algum problema de saúde?
+ Tubarão é capturado no MA com restos de jovens desaparecidos no estômago
+ Cinema, sexo e a cidade
+ Descoberta oficina de cobre de 6.500 anos no deserto em Israel