Edição nº 1150 09.12 Ver ediçõs anteriores

Safra de maquininhas

Safra de maquininhas

Dominado por gigantes ligadas a grandes bancos, como Cielo, Rede e GetNet, o mercado de empresas que instalam as maquininhas de cartão em estabelecimentos de varejo – atividade conhecida como adquirência – vai ganhar um concorrente de peso. O banco Safra deve lançar sua empresa ainda no primeiro semestre. Quem conhece o mercado avalia que o banco não vai disputar o pequeno varejo. A estratégia mais provável é associar-se a clientes de grande porte, com grandes varejistas, que tenham sistemas aos quais o Safra possa acoplar seu produto. Procurado, o banco não comentou.

(Nota publicada na Edição 1002 da Revista Dinheiro, com colaboração de: Cláudio Gradilone, Márcio Kroehn, Ralphe Manzoni Jr. e Rodrigo Caetano)


Mais posts

Vidaclass quer conquistar mercado europeu

Desde 2014 a startup brasileira VidaClass conecta pessoas sem convênio médico a serviços de saúde por um preço acessível. Atualmente [...]

Franchising sorri para investidores

Divulgação A Sorridents, maior rede odontológica da América Latina, recebeu aporte de R$ 6 milhões de “multi-investidores” – aqueles [...]

Conveniência autônoma

Tecnologias que usam inteligência artificial, computer vision, câmeras e sensores para modernizar a experiência de compra são a base da [...]

Mercado de bikes infantis pedala como adulto

O brasileiro está pedalando mais. De janeiro a outubro deste ano foram produzidas 820.040 bicicletas no Brasil, segundo dados da [...]

Marketplace Agrofy quer ser líder em 20 países

Primeiro marketplace do agronegócio brasileiro, a argentina Agrofy quer ser a maior plataforma digital do setor do Brasil e em mais 19 [...]
Ver mais