Um plano para salvar o urso polar

Um plano para salvar o urso polar

Eles são fofos, atuam em comerciais de televisão e fazem grande sucesso, mas estão seriamente ameaçados. Por isso, o governo dos Estados Unidos anunciou um plano para salvar o animal. Ele envolve diversas ações, como uma estratégia para resgatar ursos vítimas de derramamento de petróleo – um risco considerável, principalmente no Alasca. Mas está todo centrado em um grande esforço: manter o aquecimento global a um nível menor do que 2°C. Ursos polares dependem de plataformas de gelo para caçar. Se a temperatura aumentar, o gelo diminui, deixando-os, literalmente, sem chão. No ritmo atual, em algumas décadas, apenas a Groenlândia e parte do Canadá terão condições de abrigá-los. Atualmente, o animal é encontrado, também, na Rússia, na Noruega e nos Estados Unidos.

(Nota publicada na Edição 1001 da Revista Dinheiro)


Mais posts

Carnaval da reciclagem

O Carnaval deste ano obteve nota 10 no quesito “evolução” da coleta de recicláveis. Pelo menos em algumas localidades. Em Olinda (PE), [...]

Etanol sustentável

A Atvos, uma das maiores produtoras de etanol do país, obteve suas quatro primeiras certificações no Renovabio, para as Unidades [...]

Grupo Sabin investe R$ 4 milhões no social

O grupo Sabin, que atua no segmento de medicina diagnóstica, investiu R$ 4 milhões em projetos sociais no ano passado por meio do [...]

Scala reduz impacto ambiental

A empresa de laticínios Scala, de Minas Gerais, conhecida no mercado por sua linha de queijos, desenvolveu uma política própria para reduzir o impacto no meio ambiente. A companhia faz parte do Mercado Livre de Energia, onde adquire energia renovável suficiente para suprir mais de 98% do consumo total de suas instalações. Cerca de 90% […]

Inteligentes e inclusivas

Uma cidade inteligente (smart city) tem de ser, acima de tudo, inclusiva. Foi com essa proposta que a empresa Planet Smart City [...]
Ver mais

Copyright © 2020 - Editora Três
Todos os direitos reservados.

Nota de esclarecimento A Três Comércio de Publicaçõs Ltda. (EDITORA TRÊS) vem informar aos seus consumidores que não realiza cobranças por telefone e que também não oferece cancelamento do contrato de assinatura de revistas mediante o pagamento de qualquer valor. Tampouco autoriza terceiros a fazê-lo. A Editora Três é vítima e não se responsabiliza por tais mensagens e cobranças, informando aos seus clientes que todas as medidas cabíveis foram tomadas, inclusive criminais, para apuração das responsabilidades.