Edição nº 1146 11.11 Ver ediçõs anteriores

Rastreando a fumaça

Rastreando a fumaça

Ficou mais fácil confirmar a autenticidade de um charuto cubano. A distribuidora exclusiva no Brasil Emporium Cigars lançou, na semana passada, um aplicativo para smartphone que checa a procedência e originalidade desses charutos. O sistema, chamado de Emporium Cigars Scan, utiliza a câmera do aparelho para conferir o selo do produto, cujo código também pode ser digitado no aplicativo. É possível rastrear o charuto e registrar a sua geolocalização. Diversas delegacias de combate à pirataria no Brasil já estão utilizando a nova ferramenta para aprimorar o rastreamento de produtos falsificados e contrabandeados. O mercado ilegal de cigarros e charutos ainda representa cerca de 29% do mercado brasileiro desses produtos.

(Nota publicada na Edição 990 da Revista Dinheiro)


Mais posts

Os chineses na mira da justiça Americana

TikTok, quem diria, um – até prova em contrário – inocente aplicativo de criação e edição de vídeos caseiros, fez acender a luz [...]

Retocando a maquiagem

Do nada, como se fosse a coisa mais comum do mundo, o Facebook apresentou na semana passada um novo logotipo. Bem, aparentemente não [...]

Google: mutirão anti-hacker

As big techs, o governo dos EUA e até a torcida do Flamengo sabem que não há um dia (talvez uma hora) na vida sem que haja hackers [...]

A volta dos que não foram

A gigante do streaming de áudio Spotify resolveu desafinar: em vez de montar o palco para estrelas da música, seu core business, [...]

Chrome domina

(Nota publicada na Edição 1146 da Revista Dinheiro)
Ver mais