Edição nº 1122 24.05 Ver ediçõs anteriores

Dez questões sobre como degustar um vinho

Dez questões sobre como degustar um vinho

A edição de agosto da Revista Menu traz uma degustação com vinhos tintos de até R$ 60. Com a alta do dólar (e de alguns impostos), o vinho fino importado está ficando cada vez mais caro e torna mais desafiante ainda a busca por bons custo-benefícios.

Para chegar a estes vinhos, saber degustar ajuda bem. Por isso, o quiz que acompanha a reportagem é exatamente sobre degustação. Confira, a seguir, o seu conhecimento sobre o tema (as respostas estão no final). A propósito, o vencedor da prova às cegas foi o argentino Urban Uco Malbec 2011, vendido por US$ 22,90, na Vinci, e em segundo lugar ficou o australiano Down Under Shiraz 2014, por R$ 51, na KMM.

1 – A degustação de um vinho é formada por três etapas. São elas:

a) o exame do rótulo do vinho, o olfativo e o gustativo
b) o exame visual, o cheiro da rolha e depois da garrafa, quando vazia
c) os exames visual, olfativo e gustativo

2 – Ao abrir uma garrafa, a rolha dá pistas sobre o vinho. Entre elas, estão:

a) rolha limpa e elástica deve ser um vinho antigo
b) rolha com cristais é de um vinho que foi armazenado em temperaturas baixas
c) rolha com mofo é que o vinho está com defeito

3 – São características que devem ser observadas no exame visual:

a) as nuances de cor, a intensidade aromática
b) as nuances de cor, a limpidez e as lágrimas
c) as nuances de cor, as borbulhas e a persistência gustativa

4 – A lágrima, como é chamado aquele vinho que escorre quando giramos a taça, indica:

a) se há possíveis partículas sólidas no líquido, que podem prejudicar a sua apreciação
b) se as borbulhas estão bem interligadas à bebida
c) a quantidade de álcool do vinho; nos mais alcóolicos, há mais lágrimas e elas escorrem mais lentamente

5 – Um exercício básico de degustação é fechar bem o nariz e provar um vinho. O seu sabor:

a) fica igual ao provado sem fechar o nariz
b) muda, ficando mais concentrado e permitindo identificar o vinho
c) muda e fica diferente, indicando que o nariz também “sente” o sabor dos alimentos e bebidas

6 – São aromas associados às notas empireumáticas

a) café, cacau e pão torrado
b) tabaco, caixa de charuto e couro
c) minerais, tabaco e notas minerais

7 – No exame gustativo de vinhos secos que trazem sensação de doçura, pode-se afirmar que esta impressão:

a) deriva do açúcar residual, da glicerina e do álcool etílico
b) dos sais minerais e do teor alcóolico do vinho
c) dos taninos sedosos, que traz sensação de maciez ao paladar

8 – Por que a taça preta é utilizada em degustações:

a) porque uma prova só pode ser às cegas com esta taça
b) para que o degustador não se influencie pela cor do vinho em suas avaliações
c) para nivelar os vinhos brancos e tintos no paladar

9 – São aromas tradicionalmente associados a vinhos elaborados com uvas brancas:

a) maça, gengibre e grama
b) pera, banana e aspargos
c) maracujá, pimenta e morangos silvestres

10 – Há em comum entre brancos e tintos muito envelhecidos:

a) os dois perdem acidez com o tempo
b) os dois tendem a se igualar na cor, que lembra âmbar
c) os dois tendem a ser mais gastronômicos

Fontes: Curso Básico de Vinhos, da Associação Brasileira de Vinhos – São Paulo; Como degustar vinhos, de Jancis Robinson

—–
RESPOSTAS

1-C
2-B
3-B
4-C
5-C
6-A
7-A
8-B
9-A
10-B


Mais posts

Uma semana para provar vinhos

A Pró-Vinho promove a primeira edição da Semana do Vinho, quando haverá diversas promoções da bebida em todo o Brasil

A importância crescente do enoturismo

A francesa Alice Tourbier, do Les Sources de Caudalie, é o principal destaque do Invino Wine Travel Summit, que acontece nesta [...]

Brasil e Chile fazem acordo de equivalência para produtos orgânicos

Os dois países vão reconhecer a certificação válida no país de origem

Por que a Salton é a marca número 1 de vinho do Brasil?

Pesquisa da inglesa Wine Intelligence aponta que a vinícola é a marca de vinhos mais forte no País

Mulheres e vinho: a presença crescente das sommelières no Brasil

Annas, Gabrielas, Jô, Marias, Julianas são exemplos de mulheres que estão escrevendo a história do serviço do vinho em nosso país
Ver mais

Copyright © 2019 - Editora Três
Todos os direitos reservados.

Nota de esclarecimento A Três Comércio de Publicaçõs Ltda. (EDITORA TRÊS) vem informar aos seus consumidores que não realiza cobranças por telefone e que também não oferece cancelamento do contrato de assinatura de revistas mediante o pagamento de qualquer valor. Tampouco autoriza terceiros a fazê-lo. A Editora Três é vítima e não se responsabiliza por tais mensagens e cobranças, informando aos seus clientes que todas as medidas cabíveis foram tomadas, inclusive criminais, para apuração das responsabilidades.