Blanver busca diversificar clientela

Blanver busca diversificar clientela

O laboratório brasileiro Blanver quer reduzir sua dependência dos contratos públicos. Hoje, praticamente 100% das vendas vão para o SUS, estratégia que deixa a companhia exposta aos humores do campo político. Com plano de investir cerca de R$ 300 milhões nos próximos quatro anos, a companhia, segundo o CEO Sergio Frangioni, já colocou no mercado, em parceria com a Drogaria São Paulo, um medicamento genérico para HIV que custa R$ 150, metade do valor dos produtos concorrentes. “Nós também demos início a um projeto com a Eurofarma para fornecimento de Insumo Farmacêutico Ativo, o IFA, para medicamentos contra HIV e, depois, para transtorno bipolar”, afirma Frangioni.

(Nota publicada na edição 1154 da Revista Dinheiro)


Mais posts

Ver mais

Copyright © 2020 - Editora Três
Todos os direitos reservados.

Nota de esclarecimento A Três Comércio de Publicaçõs Ltda. (EDITORA TRÊS) vem informar aos seus consumidores que não realiza cobranças por telefone e que também não oferece cancelamento do contrato de assinatura de revistas mediante o pagamento de qualquer valor. Tampouco autoriza terceiros a fazê-lo. A Editora Três é vítima e não se responsabiliza por tais mensagens e cobranças, informando aos seus clientes que todas as medidas cabíveis foram tomadas, inclusive criminais, para apuração das responsabilidades.