Black Friday

Black Friday: problemas com importações dificultam promoções

Crédito: Rovena Rosa / Agência Brasil

Os fretes aumentaram 400% (Crédito: Rovena Rosa / Agência Brasil)

Os produtos mais procurados na Black Friday, prevista para 26 de novembro, estão com os preços acima de 10%. As dificuldades com as importações de produtos, insumos e peças conduzem a elevação dos preços. Os fretes aumentaram 400%, de acordo com reportagem do jornal Folha de São Paulo.

Os televisores de tela fina acumulam alta de preços de 28% até agosto deste ano, segundo monitoramento da consultoria de consumo GfK. O aumento de preços dos notebooks é de 30%. Os preços das lavadoras de roupas tiveram aumento de 11%.



Mega-Sena deste sábado paga prêmio de R$ 3 milhões

O diretor de negócios e varejo da GfK, Fernando Baialuna, disse à Folha que não deve ter novo ajuste até a data das vendas. “A maior parte dos aumentos de preços já aconteceu. Agora o desafio é conseguir atender essa demanda latente com parcelamento e ofertas”, disse Fernando.

+ Especialista revela o segredo dos bilionários da bolsa. Inscreva-se agora e aprenda!