Black Friday ‘b’ impulsiona e-commerce

Ao longo do primeiro semestre de 2019, o mês de março (com 18,2% do share) surpreendeu e encostou nas vendas de maio (19,5%), que é altamente influenciado pelo Dia das Mães. O salto foi fortemente influenciado pelo Dia do Consumidor, evento apelidado de ‘Black Friday do primeiro semestre’, que acontece dia 15 de março. Os dados são da pesquisa O Comportamento do Consumidor On-line, feita pela Social Miner. No levantamento é possível acompanhar também os setores que mais emplacam no gosto do consumidor digital: Beleza&Saúde (share de 28,1%), Informática (20,0%) e Moda (15,6%) lideraram o e-commerce brasileiro no primeiro semestre. Já os segmentos com tíquete médio mais alto foram os de Eletrodomésticos (R$ 1.914,89), Hotéis e Viagens (R$ 1.362,51) e Eletrônicos (R$ 1.273,00). Com relação aos dispositivos mais utilizados, o desktop ainda domina para finalizar a compra (69,1% das conversões), com mais que o dobro do celular (30,9%). Em alguns mercados, no entanto, o smartphone é responsável por uma performance bem mais agressiva no total das vendas, como no varejo de Móveis (46,7% das transações), Multicategorias (42,4%) e Moda (37,4%).

(Nota publicada na Edição 1136 da Revista Dinheiro)

Veja também
+ Como podcasts podem ajudar na educação financeira do brasileiro
+ Mistério: mulher descobre que não é a mãe biológica de seus próprios filhos
+ Truque para espremer limões vira mania nas redes sociais
+ Chef playmate cria receita afrodisíaca para o Dia do Orgasmo
+ Mercedes-Benz Sprinter ganha versão motorhome
+ Anorexia, um transtorno alimentar que pode levar à morte
+ Agência dos EUA alerta: nunca lave carne de frango crua
+ Yasmin Brunet quebra o silêncio
+ Tubarão é capturado no MA com restos de jovens desaparecidos no estômago
+ Veja quanto custa comer nos restaurantes dos jurados do MasterChef
+ Leilão de carros e motos tem desde Kombi a Nissan Frontier 0km




Sobre o autor


Mais colunas e blogs


Mais posts

Ver mais

Copyright © 2021 - Editora Três
Todos os direitos reservados.

Nota de esclarecimento A Três Comércio de Publicaçõs Ltda. (EDITORA TRÊS) vem informar aos seus consumidores que não realiza cobranças por telefone e que também não oferece cancelamento do contrato de assinatura de revistas mediante o pagamento de qualquer valor. Tampouco autoriza terceiros a fazê-lo. A Editora Três é vítima e não se responsabiliza por tais mensagens e cobranças, informando aos seus clientes que todas as medidas cabíveis foram tomadas, inclusive criminais, para apuração das responsabilidades.