Finanças

Bitcoin ultrapassa marca dos US$ 11 mil pela primeira vez em um ano

Para analistas, a recente valorização é a soma de diversos fatores, mas está principalmente atrelada ao lançamento da Libra, a moeda virtual do Facebook, anunciada na última terça-feira (17)

Bitcoin ultrapassa marca dos US$ 11 mil pela primeira vez em um ano

A principal moeda do mercado virtual já acumula alta de 170% desde o início do ano - AFP/Arquivos

O bitcoin ultrapassou a marca dos US$ 11 mil nesta segunda-feira (24) e atingiu o seu maior patamar desde 5 de março do ano passado. A criptomoeda alcançou um pico de US$ 11.307,69 na madrugada de hoje, segundo cotação da CoinDesk, e se mantém em viés de alta, cotada a US$ 10.862,68 até às 9h10min. A principal moeda do mercado virtual já acumula alta de 170% desde o início do ano.

Na última semana, o bitcoin já havia rompido a barreira dos US$ 9 mil pela primeira vez em mais de um ano. Para analistas, a recente valorização é a soma de diversos fatores, mas está principalmente atrelada ao lançamento da Libra, a moeda virtual do Facebook, anunciada na última terça-feira (17).

“O aumento de preço deve-se a dois fatores principais. Um é um crescente consenso entre a comunidade de investidores de que o bitcoin é uma reserva legítima de valor para a era digital, e outro é o lançamento da criptomoeda do Facebook”,  disse Jehan Chu, co-fundador da Kenetic Capital, à CNBC.

A quebra do índice dos US$ 11 mil confirma a boa fase da moeda depois de desvalorizar quase 70% no ano passado e ser avaliada em US$ 3,5 mil. Para especialistas mais otimistas, a valorização deve se manter ao longo dos próximos meses com pico de alta superior a avaliação recorde de US$ 20 mil por unidade de bitcoin, no final de 2017.