Geral

Bitcoin tem queda repentina de 5,1%

Criptomoeda chegou a ser negociada por US$ 6.984, interrompendo uma sequencia de valorização; especialistas ainda não sabem a razão da desvalorização

Bitcoin tem queda repentina de 5,1%

O bitcoin superou nesta terça-feira os 8 mil dólares pela primeira vez em meses, depois de ter ganho 2 mil dólares em apenas uma semana - AFP/Arquivos

A cotação do bitcoin despencou de forma acentuada e repentina na manhã desta quarta-feira no mercado internacional. O valor reduziu 5,1% em poucas horas, chegando a ser negociado a US$ 6.984.

A criptomoeda era cotada a US$ 7.350 durante o expediente das bolsas asiáticas e europeias. Porém, às 10h30 no horário de Londres, o valor teve queda inesperada de US$ 200. Pouco tempo depois, a negociação ficou em US$ 7.000.

A queda também teve impacto em outras criptomoedas, como ether, Ripple’s XRP e litecoins.

A razão da desvalorização repentina ainda não está clara. Para Tanya Abrosimova, da FXStreet, a causa pode estar ligada ao processo de registro na ShapeShift, empresa de compra e venda de moedas digitais.

A indicação de que o grupo financeiro Goldman Sachs teria arquivado os planos de curto prazo para o lançamento de uma sala de negociações, divulgada pelo site Business Insider nesta quarta-feira, também pode ter influência na queda.

A desvalorização interrompeu uma sequência de altas da criptomoeda, apesar da recente rejeição da Comissão de Valores Mobiliários dos EUA de vários fundos negociados em bolsa baseados em bitcoin.