Finanças

Bitcoin desvaloriza quase 10% em menos de 24 horas

A retração de mais de US$ 2 mil reacende a antiga preocupação de investidores e analistas sobre a volatilidade da criptomoeda

Bitcoin desvaloriza quase 10% em menos de 24 horas

O bitcoin teve uma recente valorização acima dos US$ 13 mil pela primeira vez desde janeiro do ano passado, e vinha em sequência de alta que animou o mercado

O bitcoin inverteu os sinais das últimas semanas e está em queda. Nesta quinta-feira (27), a moeda digital chegou ao mínimo de US$ 11,346.85 após ser cotada a US$ 13.879,24 há menos de 24 horas. Até às 11h05min o bitcoin estava avaliado em 11,629,36 na CoinDesk, com queda de 9,61%.

A retração de mais de US$ 2 mil reacende a antiga preocupação de investidores e analistas sobre a volatilidade da criptomoeda. O bitcoin teve uma recente valorização acima dos US$ 13 mil pela primeira vez desde janeiro do ano passado, e vinha em sequência de alta que animou o mercado a prospectar uma cotação acima dos US$ 20 mil até o fim deste ano.

A moeda já soma valorização de 230% desde o início deste ano. A alta recente foi alavancada principalmente pelo anúncio da Libra, a criptomoeda liderada pelo Facebook, na última semana, afirmam analistas. A relação tumultuada entre os EUA e a China e mudanças nas regras de mineração da criptomoeda também foram apontadas como razões da boa fase.

Em entrevista à CNBC, o CEO da Genesis Global Trading, Michael Moro, era esperado que um salto deste tamanho em um pequeno intervalo de tempo não iria se sustentar. “Até mesmo os otimistas diziam que um movimento de valorização de 50%  em uma semana é rápido demais”, afirmou.

Para ele, a queda desta quinta-feira (27) é reflexo da alta procura do mercado após as altas recentes. “A presença de alavancagem exacerba os movimentos em ambas as direções e afeta a velocidade dramaticamente”, disse.

 

Tópicos

bitcoin Criptomoeda