Finanças

Bitcoin encosta nos US$ 9 mil, a maior cotação em mais de um ano

Criptomoeda acumula valorização de 140% desde o inicio do ano e voltou a despertar a atenção do mercado financeiro

Bitcoin encosta nos US$ 9 mil, a maior cotação em mais de um ano

O bitcoin é famoso pela sua constante oscilação, sempre justificada por uma série de fatores e consequências

O bitcoin atingiu a cotação de US$ 8,897.99 às 13h50min nesta segunda-feira (27), com alta de 11,47%, a maior em mais de um ano. Desde o último mês, a criptomoeda vem em uma escalada de valorização e voltou a chamar a atenção do mercado financeiro. De acordo com o Bitcoin Price Index da Coindesk, a moeda virtual alcançou média de US$ 8.937,25, levando em consideração diversas bolsas de valores.

A última vez que o bitcoin encostou nos US$ 9 mil foi em 11 de maio do ano passado. A valorização também refletiu em outras moedas. A Ethereum, segunda maior criptomoeda em negociação, teve valorização de 12% nas últimas 24 horas, cotada a US$ 279,82.

O bitcoin já acumula valorização de 140% desde o início do ano, mesmo estando muito longe do seu auge, quando foi cotado a US$ 20 mil, em dezembro de 2017. Para analistas, a retomada da criptomoeda está vinculada a diversos fatores, como o investimento de grandes empresas em blockchain e a divulgação de que o Facebook está desenvolvendo a sua própria criptomoeda.

 

Tópicos

bitcoin Criptomoeda