Giro

Bill Gates acredita em “vida normal” em abril, após a vacina

Crédito: Reprodução/Bill Gates

Gates também afirmou estar empolgado com as vacinas e que ele irá tomar o imunizante assim que possível e que chegar sua vez na fila (Crédito: Reprodução/Bill Gates)

Diante das aprovações das vacinas contra a covid-19, o cofundador da Microsoft, Bill Gates, afirmou que “a vida deve voltar ao normal” até abril. Em uma entrevista ao programa Today, da rede de TV CNBC, Gates também afirmou estar empolgado com as vacinas e que ele irá tomar o imunizante assim que possível e que chegar sua vez na fila.

Apesar do tom otimista, Gates afirmou que os próximos quatro ou cinco meses serão complicados e que é preciso ter atenção e continuar com medidas de cuidado. “A coisa mais importante que podemos fazer agora é continuar a encontrar menos com as pessoas e usar máscara quando houver risco de exposição”, disse na entrevista.

+ Senado aprova PL que estabelece vacina contra covid-19 gratuita para população
+ Pfizer reduz meta de lançamento de vacinas com obstáculos em suprimentos

O alerta do executivo se dá em meio a uma ascensão de casos nos Estados Unidos, que vive uma segunda onda da covid-19 conforme o inverno se aproxima no Hemisfério Norte.

Segundo a Operação Warp Speed — iniciativa público-privada dos Estados Unidos para acelerar o desenvolvimento e a distribuição de medicamentos e vacinas contra a covid-19, os EUA pretendem vacinar 100 milhões de americanos nos próximos 100 dias.  A ideia é imunizar 20 milhões de americanos em dezembro, 30 milhões em janeiro e 50 milhões em fevereiro.

Outros países, como Reino Unido e México, já estão fechando acordos com algumas das fabricantes de vacinas, como a Pfizer, que produz uma versão do imunizante que deve ser mantida a temperaturas baixíssimas. O Reino Unido, inclusive, foi o primeiro país a aprovar a vacina, e quer começar a ministrar doses a partir da próxima semana.

No Brasil, a versão preliminar do Plano Nacional de Imunização mostra que a vacinação será realizada em quatro fases, começando pela população idosa e indígena. Contudo, o comunicado emitido pelo Ministério da Saúde não prevê qualquer data para o início da vacinação.

Veja também

+ 5 benefícios do jejum intermitente além de emagrecer
+ Jovem morre após queda de 50 metros durante prática de Slackline Highline
+ Conheça o phloeodes diabolicus "o besouro indestrutível"
+ Truque para espremer limões vira mania nas redes sociais
+ Mulher finge ser agente do FBI para conseguir comida grátis e vai presa
+ Zona Azul digital em SP muda dia 16; veja como fica
+ Estudo revela o método mais saudável para cozinhar arroz
+ Arrotar muito pode ser algum problema de saúde?
+ Tubarão é capturado no MA com restos de jovens desaparecidos no estômago
+ Cinema, sexo e a cidade
+ Descoberta oficina de cobre de 6.500 anos no deserto em Israel