Economia

Biden comemora payroll de maio e se diz ‘extremamente otimista’ com recuperação

O presidente dos Estados Unidos, Joe Biden, comemorou o resultado do relatório de emprego (payroll) do país, que mostrou criação de 559 mil postos de trabalho em maio. “É uma boa notícia para nossa economia e nosso povo”, afirmou, em discurso, poucas horas após a divulgação do indicador.

O democrata se disse “extremamente otimista” em relação à recuperação da maior economia do planeta, mas admitiu que podem haver “obstáculos” ao longo do processo de retomada.

Ele citou a projeção da Organização para a Cooperação e Desenvolvimento Econômico (OCDE) de que o Produto Interno Bruto (PIB) americano crescerá 6,9% este ano. “Sinais de progressos no mercado de trabalho são evidentes”, comentou.

O presidente comparou a situação atual nos EUA com a do período em que seu antecessor, Donald Trump, estava na Casa Branca. De acordo com ele, a atividade industrial chegou em maio ao nível mais forte em mais de 15 anos.



Biden atribuiu o movimento ao avanço da vacinação contra o coronavírus e ao pacote fiscal de US$ 1,9 trilhão aprovado em março. Ele alegou que nunca foram criados tantos empregos no início de um governo como no dele.

O líder americano acrescentou que, nas próximas semanas, o governo vai tomar ações adicionais para lidar com os gargalos na cadeia produtiva, como a escassez de chips.

Veja também
+ Até 2019, havia mais gente nas prisões do que na bolsa de valores do Brasil
+ Geisy reclama de censura em rede social: “O Instagram tá me perseguindo”
+ Gel de babosa na bebida: veja os benefícios
+ Nicole Bahls já havia sido alertada sobre infidelidade do ex-marido
+ Truque para espremer limões vira mania nas redes sociais
+ Chef playmate cria receita afrodisíaca para o Dia do Orgasmo
+ Mercedes-Benz Sprinter ganha versão motorhome
+ Anorexia, um transtorno alimentar que pode levar à morte
+ Agência dos EUA alerta: nunca lave carne de frango crua
+ Yasmin Brunet quebra o silêncio
+ Tubarão é capturado no MA com restos de jovens desaparecidos no estômago

Tópicos

emprego EUA Payroll