Giro

Berlusconi volta ao hospital para fazer exames de rotina

Berlusconi volta ao hospital para fazer exames de rotina

(ARQUIVO) O líder do partido Forza Italia, Silvio Berlusconi, em Roma, em 19 de outubro de 2019 - AFP/Arquivos

O ex-primeiro-ministro italiano Silvio Berlusconi voltou ao hospital neste domingo (23) para exames “de rotina”, disse um porta-voz, um dia depois que o bilionário desistiu da corrida para se tornar o novo presidente da Itália.

Seu médico, Alberto Zangrillo, do hospital San Raffaele, em Milão (norte), confirmou que o político de 85 anos foi internado neste domingo para fazer “exames clínicos periódicos” planejados há muito tempo.



Um dos aliados políticos de Berlusconi, Matteo Salvini, do partido de extrema direita La Liga, disse que teve uma longa conversa por telefone com o ex-primeiro-ministro e que ele estava “calmo e bem”.

“Il Cavaliere”, como é conhecido, vinha fazendo campanha há semanas para ser o substituto do presidente Sergio Mattarella, embora poucos analistas acreditassem que ele tivesse apoio suficiente para vencer as eleições.

Mas, no sábado, Berlusconi anunciou que estava retirando sua candidatura por “responsabilidade nacional” e porque a Itália “precisa de unidade” em sua luta contra a covid-19.

+ Especialista revela o segredo dos bilionários da bolsa. Inscreva-se agora e aprenda!



No entanto, a mídia italiana diz que sua família está preocupada com sua saúde.

Berlusconi, que foi primeiro-ministro (com o partido de centro-direita Forza Italia) três vezes entre 1994 e 2011, passou por uma cirurgia de coração aberto em 2016 e esteve no hospital várias vezes nos últimos meses.

Em setembro de 2020, após ficar 11 dias internado por pneumonia devido à covid-19, o político afirmou ter escapado por pouco da morte.