Edição nº 1142 14.10 Ver ediçõs anteriores

Bem-estar contra o turnover

Healthtech pioneira no País, a Vidalink tem crescido acima de 45% ao ano desde 2015 com uma proposta inédita na saúde corporativa: aumentar a adesão ao tratamento médico dos funcionários por meio do subsídio em medicamentos. A ideia já atraiu cerca de 200 clientes, entre os quais Embraer, IBM e Telefonica. Depois de receber aportes da CVS Health, maior empresa de saúde do mundo, e do Grupo Martins, líder do setor atacadista, a Vidalink quer agora se consolidar como uma “well tech”, oferecendo coberturas que vão desde o acesso a produtos saudáveis até um “coach virtual” para dar suporte a tratamentos de saúde mental. Tudo por meio de um app. “Nosso objetivo é fazer com que o plano de bem-estar seja um dos benefícios corporativos mais valorizados pelos RHs no Brasil”, afirma o CEO Luis Gonzalez. Segundo dados obtidos junto a 900 mil usuários da própria Vidalink, o turnover é, em média, 27% menor nas empresas que subsidiam ao menos 60% das despesas com o bem-estar dos colaboradores.

(Nota publicada na Edição 1130 da Revista Dinheiro)


Mais posts

A aposta segura de Neeleman

O empresário David Neeleman (foto à dir.), fundador da Azul Linhas Aéreas e sócio da portuguesa TAP, segue apostando parte de sua [...]

R$ 4 milhões em brownies

Em 2013, depois de testar 130 receitas de brownies e cookies, os sócios Francisco Veiga Salgado e Carolina Tellechea Cerqueira abriram em Florianópolis (SC) as portas da Browneria. Em cinco anos, o faturamento saltou de R$ 150 mil para R$ 2,5 milhões. E deve chegar a R$ 4 milhões em 2019, depois da abertura da […]

“O que destruiu a Venezuela não foi o socialismo, mas a mistura de nacionalismo com corrupção”

Maria Teresa Belandria, embaixadora da Venezuela no Brasil

A caminho dos R$ 10 bilhões

A Veedha, escritório destacado pela XP Investimentos em 2019, vai turbinar seu time de executivos e sócios para ampliar de R$ 3 bilhões [...]

A união do audiovisual

Um dos grandes desafios da indústria cinematográfica é equilibrar o tripé sobre o qual ela se apoia: produção, distribuição e exibição. [...]
Ver mais