Geral

Beira-Mar quer vender suvenir de dentro da cadeia

Preso em regime de segurança máxima, o traficante Fernandinho Beira-Mar está em tratativas para colocar no ar um site no qual pretende divulgar sua história de vida, vender livros de sua autoria e suvenires como camisetas, canecas e bonés, sob a marca FBM.

O site seria administrado, em parte, a partir da cela que ocupa na Penitenciária Federal de Mossoró, no Rio Grande do Norte. O professor Cláudio Langroiva, da Pontifícia Universidade Católica de São Paulo (PUC-SP), acredita que a atitude viola a lei por desvirtuar o princípio do cumprimento de pena. As informações são do jornal O Estado de S. Paulo.

Veja também

+ Caixa substitui pausa no financiamento imobiliário por redução de até 50% na parcela
+ Teve o auxílio emergencial negado? Siga 3 passos para contestar no Dataprev
+ iPhone 12: Apple anuncia quatro modelos com preço a partir de US$ 699 nos EUA
+ Veja mudanças após decisão do STF sobre IPVA
+ T-Cross ganha nova versão PCD; veja preço e fotos
+MasterChef: competidora lava louça durante prova do 12º episódio’
+As 10 picapes diesel mais econômicas do Brasil
+ Cozinheira desiste do Top Chef no 3º episódio e choca jurados
+ Governo estuda estender socorro até o fim de 2020
+ Pragas, pestes, epidemias e pandemias na arte contemporânea
+ Tubarão-martelo morde foil de Michel Bourez no Tahiti. VÍDEO

+ Arrotar muito pode ser algum problema de saúde?