Negócios

BCE mira dados médicos para declarar fim de emergência da pandemia, diz de Guindos

BCE mira dados médicos para declarar fim de emergência da pandemia, diz de Guindos

O vice-presidente do Banco Central Europeu (BCE), Luis de Guindos

FRANKFURT (Reuters) – O fim da emergência do coronavírus, um ponto-chave para o Banco Central Europeu (BCE), é primeiramente uma questão médica, disse o vice-presidente do BCE, Luis de Guindos, em entrevista ao jornal alemão Handelsblatt.

O BCE informou que seu Programa de Compras de Emergência da Pandemia (PEPP, na sigla em inglês) de 1,85 trilhão de euros terminará quando a fase de crise da pandemia terminar, uma formulação vaga que ainda precisa ser definida com precisão pelas autoridades.

“É uma questão médica, antes de mais nada”, disse de Guindos. “Depende do sucesso das campanhas de vacinação, do combate à variante Delta e do aparecimento de novas variantes mais resistentes”.

(Por Balazs Koranyi)



tagreuters.com2021binary_LYNXMPEH6S1DW-BASEIMAGE

Veja também
+ Até 2019, havia mais gente nas prisões do que na bolsa de valores do Brasil
+ Geisy reclama de censura em rede social: “O Instagram tá me perseguindo”
+ Gel de babosa na bebida: veja os benefícios
+ Nicole Bahls já havia sido alertada sobre infidelidade do ex-marido
+ Truque para espremer limões vira mania nas redes sociais
+ Chef playmate cria receita afrodisíaca para o Dia do Orgasmo
+ Mercedes-Benz Sprinter ganha versão motorhome
+ Anorexia, um transtorno alimentar que pode levar à morte
+ Agência dos EUA alerta: nunca lave carne de frango crua
+ Yasmin Brunet quebra o silêncio
+ Tubarão é capturado no MA com restos de jovens desaparecidos no estômago