Economia

BC pode liberar saque de dinheiro no comércio com Pix em junho

Crédito: Arquivo/Agência Brasil

A transação de saque de valores no comércio é simples. O usuário faz uma transferência para o lojista por meio do Pix e receberá o dinheiro em espécie (Crédito: Arquivo/Agência Brasil)

Enquanto o Pix, novo sistema de pagamentos instantâneos brasileiro, cai no gosto do consumidor, o BC (Banco Central) começa a adotar uma agenda evolutiva de novas funcionalidades para o sistema ainda neste ano.

A principal delas, saque de dinheiro em espécie no comércio por meio do Pix, deve ocorrer em junho, conforme o Uol. A transação é simples. O usuário faz uma transferência para o lojista por meio do Pix e receberá o dinheiro em espécie.

+ Clientes de 11 estados poderão pagar conta de energia via Pix

“O Pix está sendo um verdadeiro sucesso, superando as nossas expectativas”, analisou o diretor Organização do Sistema Financeiro e de Resolução, João Manoel Pinho de Mello, durante a abertura da 12ª reunião plenária do Fórum Pix, realizado no dia 28.



“O Pix já é uma alternativa efetiva de uso principalmente para os casos de transferência, e o uso do Pix nas transações de compra também vem crescendo semana a semana e, aos poucos, também vem se tornando uma alternativa efetiva a outros meios eletrônicos e ao dinheiro em espécie”, afirmou.

Veja as novidades anunciadas para este ano

• Inclusão da conta salário na lista de contas movimentáveis por Pix;

• Integração dos aplicativos das instituições com a lista de contatos nos smartphones, para facilitar a identificação dos usuários que aparecem nos contatos e possuem o celular como chave Pix;

• Possibilidade de devolução ágil de recursos pela instituição recebedora, em casos de fundada suspeita de fraude ou falha operacional nos sistemas das instituições participantes;

• Saque Pix, para dar ao consumidor mais uma opção de obtenção de dinheiro em espécie e para facilitar a gestão de caixa do lojista;

• Pix por aproximação, para dar mais facilidade e conveniência na iniciação de um Pix e para atender casos de uso específicos;

• Iniciador de pagamentos no Pix, com desenvolvimentos que seguirão o cronograma estabelecido no Open Banking, para permitir que os iniciadores possam ser participantes do Pix agregando ainda mais competição ao arranjo.

Veja também
+ Até 2019, havia mais gente nas prisões do que na bolsa de valores do Brasil
+ Geisy reclama de censura em rede social: “O Instagram tá me perseguindo”
+ Gel de babosa na bebida: veja os benefícios
+ Nicole Bahls já havia sido alertada sobre infidelidade do ex-marido
+ Truque para espremer limões vira mania nas redes sociais
+ Chef playmate cria receita afrodisíaca para o Dia do Orgasmo
+ Mercedes-Benz Sprinter ganha versão motorhome
+ Anorexia, um transtorno alimentar que pode levar à morte
+ Agência dos EUA alerta: nunca lave carne de frango crua
+ Yasmin Brunet quebra o silêncio
+ Tubarão é capturado no MA com restos de jovens desaparecidos no estômago