Economia

BC da Argentina diz que taxa de juros média do dia ficou em 74,782%

O Banco Central da Argentina (BCRA) informou em comunicado que a taxa de juros média no dia de hoje dos leilões de Letras de Liquidez (Leliq) ficou em 74,782%. Na sexta-feira, essa taxa média havia sido de 63,706%, ou seja, a taxa de juros no país avançou mais de 10 pontos porcentuais em apenas um dia útil.

Durante um leilão de Leliq ocorrido mais cedo, a taxa média havia sido de 74,035%. Ao final do dia, a taxa de juros ficou um pouco acima disso, segundo a nota oficial do BC. O aperto monetário ocorreu em dia de grande turbulência nos mercados argentinos, com queda acentuada das ações e o peso atingindo mínimas históricas em relação ao dólar. Diante das intervenções no mercado cambial e a elevação dos juros pelo BCRA, o peso reduziu parte das perdas, embora tenha sido ainda assim bastante penalizado com o quadro político.

Os investidores tiveram reação negativa ao resultado das primárias eleitorais, que mostraram derrota clara para o presidente Mauricio Macri, superado por Alberto Fernández, que tem como companheira de chapa a ex-presidente Cristina Kirchner.

Veja também

+ Receita abre consulta a segundo lote de restituição de IR, o maior da história
+ Homem encontra chave de fenda em pacote de macarrão
+ Baleias dão show de saltos em ilhabela, veja fotos!
+ 9 alimentos que incham a barriga e você não fazia ideia
+ Modelo brasileira promete ficar nua se o Chelsea for campeão da Champions League
+ Cuide bem do seu motor, cuidando do óleo do motor
+ 12 dicas de como fazer jejum intermitente com segurança

Tópicos

Argentina BC juros